Justiça manda soltar integrantes da torcida Força Jovem do Vasco

14/11/2017 às 08h13 - TORCIDA

A Justiça do Rio mandou soltar nesta segunda-feira (13) 63 integrantes da torcida Força Jovem do Vasco acusados de planejar brigas de torcidas.

Os torcedores foram presos no dia 28 de outubro antes do jogo entre Vasco e Flamengo, no Maracanã. De acordo com a polícia, o grupo se preparava para entrar em confrontos com torcedores rivais. Na sede da torcida organizada, em são cristóvão, foram apreendidos bastões de madeira, soco inglês, fogos de artifício e outros objetos que poderiam ser usados nas brigas.

Os torcedores soltos serão monitorados por tornozeleiras eletrônicas e estão proibidos de frequentar jogos e se aproximar de estádios. Essa proibição vale para um raio de cinco quilômetros dos locais das partidas.

Na mesma decisão, a justiça negou a liberdade provisória para cinco acusados. Entre eles, está Sávio Agra Sássi, presidente da Força Jovem do Vasco. Os outros são: Lucas dos Santos Vianna, Thiago Jonatha da Silva Galdino, Fabiano de Sousa Marques e Vitor Pereira Rosário Lima Santos.

Todos os torcedores presos foram denunciados por associação criminosa e desobediência, e por um crime previsto no estatudo do torcedor, que é "portar instrumentos que possam servir para a pratica de violência em eventos esportivos".

A Força Jovem do Vasco já estava proibida pela justiça de frequentar estádios por causa de episódios de violência.

Fonte: G1