Juvenil: Geração 2002 passa por processo de adaptação

30/10/2017 às 20h51 - CATEGORIAS DE BASE

Formar atletas é uma das especialidades do Vasco da Gama, através de sua Fábrica de Craques, estabelecida no Complexo Esportivo de São Januário. Assim como fez ao longo de sua história, revelando grandes nomes do futebol brasileiro, o Gigante da Colina segue realizando nos dias atuais. Reflexo desta missão, os jogadores nascidos no ano de 2002 colhem frutos do trabalho que valoriza a integração das categorias inferiores. 

Os Meninos da Colina aproveitam a oportunidade de crescimento, atuando ao lado de companheiros mais experientes, visando facilitar a transição de categoria. No caso da geração 2002, os jovens foram utilizados ao lado da equipe sub-16 nas disputas do Torneio Guilherme Embry e do amistoso diante da Seleção Brasileira sub-15, realizado na última semana, na Granja Comary.

A integração entre os atletas é uma receita repetida durante toda a temporada. O último compromisso da equipe dos nascidos em 2001 contou com um bom número de atletas 2002, sendo eles: Arthur Sales, Talles, Edvélton, Taylor, Reinaldo, Riquelme, Rodrigo e Ryan. Ao longo da partida, que terminou com vitória adversária, por 4 a 1, seis jogadores do sub-15 tiveram a chance de atuar no time comandado por Marco Aurélio, na ocasião.

A motivação não se resume a olhar apenas para a categoria acima, mas também para a equipe profissional do Cruzmaltino. Os exemplos são os mais diversos, levando em consideração que o Vasco foi uma das equipes brasileiras que mais integrou suas jovens promessas ao time principal na temporada vigente. Fruto da iniciativa, o Gigante da Colina viu o jovem Paulinho, de 17 anos, tornar-se o primeiro atleta da geração 2000 a balançar as redes no Brasileirão 2017. 

Fonte: Site oficial do Vasco