Luis Fabiano desabafa: "Joguei muitas vezes com dores"

21/11/2017 às 16h41 - FUTEBOL

Depois de ficar 75 dias sem atuar, Luis Fabiano voltou a vestir a camisa do Vasco no último dia 5, no empate com o Vitória por 1 a 1, mas voltou a sentir dores no joelho direito, operado este ano. E não vai jogar este ano. Diante dos questionamentos de muitos torcedores do clube carioca ao seu desempenho na temporada, o atacante afirmou em entrevista ao SporTV que chegou a atuar sentindo dores e que se esforçou muito para se recuperar e voltar a defender o Vasco na temporada. E disse ficar chateado com quem questiona o seu comprometimento com o clube.

- O que me incomoda é colocar em xeque o meu caráter, o meu profissionalismo. Eu fiz a minha carreira, muita longa, baseada no meu compromisso com os clubes onde joguei. Quem acompanha o meu dia a dia no Vasco sabe o quanto que eu lutei para entrar em campo, para jogar, para me recuperar. Em muitos jogos, no começo, eu entrei com certo tipo de dor no joelho. O que me incomoda é questionar o meu profissionalismo. O resto, a gente sabe que vai ter crítica, a torcida é movida à paixão, quer que o jogador entre em campo, faça gol. Mas quem acompanhou toda a minha a luta sabe o quanto o tanto trabalhei para tentar voltar mais rápido, para tentar vestir a camisa do Vasco e ajudar. Comecei o ano bem, até o momento em que não tinha dor eu fiz bons jogos e acreditava que seria um bom ano para mim e para o Vasco. Infelizmente tive essa lesão que para um jogador de 37 anos...Infelizmente aconteceu comigo - afirmou o atacante.

A diretoria do Vasco decidiu que o atacante não vai atuar nos dois últimos jogos do clube neste ano, contra o Cruzeiro e Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro. E que continue o trabalho de recuperação para estar apto a atuar em 2018. O médico René Abdalla, que operou o joelho do atacante, afirmou que ele teve uma contratura miofascial, e depois informou o problema na cartilagem

Principal contratação do clube para o ano, Luis Fabiano disputou 20 partidas pelo Vasco, com seis gols marcados - cinco deles no Campeonato Brasileiro.

Fonte: GloboEsporte.com