Martín chega aos poucos ao status de ídolo, atitudes e atuações justificam

Em 03/10/2016 17:42
 

A derrota por 3 a 1 para o Náutico é para ser esquecida no Vasco. Quase tudo deu errado. E o quase só entrou na frase anterior porque Martin Silva tem muito do que se orgulhar. Após pedir dispensa da seleção do Uruguai para se dedicar ao clube, o goleiro teve uma atuação de gala e fez grandes defesas durante o duelo. A cada dia que passa, ele vira mais ídolo em São Januário. 

No dia em que pediu para o técnico Óscar Tabarez para ficar de fora da convocação uruguaia, já que seria novamente banco de Muslera, Martin Silva foi muito elogiado pelo treinador do Vasco, Jorginho. E isso voltou a ocorrer após a derrota para o Náutico. 

"É um grande goleiro. Só não é o titular da seleção uruguaia porque eles têm outro grande goleiro como o Muslera. Estamos felizes por contar com ele. Fez uma grande partida, senão poderia ter sido... No segundo tempo, eles tiveram chances e o Martín foi fundamental", afirmou Jorginho. 

E os elogios de Jorginho, evidentemente, são compartilhados pela torcida do Vasco. Nas redes sociais, o uruguaio é exaltado e tratado até como "Deus" por alguns torcedores. A decisão de pedir dispensa da seleção para focar no clube foi muito comemorado pelos vascaínos. 

Com o resultado, o Vasco se mantém com 51 pontos na liderança, mas vê o Atlético-GO, com 49 e em 2º, tirar um ponto em relação a rodada passada. O Cruzmaltino volta a campo na terça-feira, quando visitará o Paysandu, no Mangueirão.