Milton negocia com clube russo e diz que esperava pontuação maior do Vasco

02/11/2017 às 08h09 - FUTEBOL

Fora do mercado desde que deixou o Vasco, há dois meses, Milton Mendes pode trabalhar na Rússia, palco da próxima Copa do Mundo. Nesta quarta-feira, o treinador foi procurado pelo Akhmat Grozny, clube dos brasileiros Léo Jabá, Rodolfo, Ismael Lima e Ravanelli, que disputa a elite do futebol russo.

“Me ligaram para sondar. Quiseram saber se eu tinha interesse em trabalhar no clube”, explica Milton Mendes, em entrevista exclusiva ao Blog direto da Ilha da Madeira, em Portugal, onde mora com a família. “Eu respondi que tenho desejo de voltar a trabalhar na Europa e ficaram de entrar em contato”, acrescenta.

O bielorrusso Oleg Kononov foi demitido após o empate com o Anzhi, na segunda-feira. O Akhmat é o 9º colocado no Campeonato Russo e não vence há quatro rodadas, com três derrotas e um empate. “Minha ida para lá é uma possibilidade concreta e me dá felicidade muito grande ver que o treinador brasileiro volta a ser reconhecido na Europa”, avalia Milton.

E o Vasco? Longe de São Januário desde 21 de agosto, Milton Mendes continua atento a todos os movimentos do clube que comandou por cinco meses. “Eu sabia que o time iria engrenar. Para falar a verdade, esperava até que o time estivesse em uma posição melhor nesta altura do campeonato”, analisa o treinador.

O Vasco é o 8º colocado, com 44 pontos, três a menos do que o Flamengo, último que se classificaria para a Libertadores se o Brasileirão terminasse hoje. “A parte ruim do trabalho já havia sido feita. Tiramos os mais velhos. Saíram 214 anos do time”, diz, referindo-se às dispensas de Rodrigo, Muriqui, Andrezinho, Julio dos Santos…

“A garotada que subiu é muito boa. Colocamos oito atletas novos para jogar. A transformação foi feita e fico muito feliz de ver esse pessoal trabalhando bem”, adverte. “Sem se esquecer que os 26 pontos do time no primeiro turno deram uma estabilidade para o bom trabalho do Zé Ricardo agora”, completa, lembrando dos pontos vascaínos sob seu comando.

No período desempregado, Milton Mendes teve duas chances para voltar à Série A: uma proposta oficial do Bahia e uma sondagem recente do Sport. “A oferta do Bahia era por apenas três meses e não acredito em projeto desta foram. Quanto ao Sport, houve um contato sutil”, finaliza o treinador.

Fonte: Blog do Jorge Nicola - Yahoo.com