Multa de Coutinho, agora no Barcelona, chega a R$ 1,5 bilhão

06/01/2018 às 17h51 - FUTEBOL

É oficial. Philippe Coutinho é o novo jogador do Barcelona. O time catalão usou as redes sociais para anunciar a contratação do meia-atacante brasileiro, após longo período de negociações com o Liverpool, ex-equipe do jogador. Ele assinou por cinco temporadas com a equipe espanhola e terá uma multa rescisória de € 400 milhões (R$ 1,5 bilhão na cotação atual). O time catalão ainda qual será o número da camisa do jogador e quando ele será apresentado.

O valor da transação não foi revelado pelo Barcelona, mas o GloboEsporte.com apurou que o montante gira em torno de € 163 milhões (R$ 633 milhões) – dos quais 130 milhões fixos e outros 33 milhões em variáveis, transformando o ex-jogador do Vasco no segundo atleta mais caro da história. Coutinho desembarca em Barcelona na noite deste sábado para se apresentar ao novo time.

– O meio-campista brasileiro é um jogador de ataque tem na polivalência uma de suas principais virtudes. Sua técnica e visão de jogo lhe permitem organizar o jogo. Além disso, é um meio-campista ofensivo que também pode jogar na frente. À sua visão de jogo, somam a velocidade – com uma mudança de ritmo excelente – e uma grande habilidade com a bola nos pés – diz o texto de anúncio do Barcelona, ao descrever seu novo contratado.

A contratação de Philippe Coutinho só não foi mais cara que a de Neymar, que saiu do Barça para o PSG por € 222 milhões. Ao final da temporada, quando o time de Paris comprar Mbappé em definitivo (por € 180 milhões), o brasileiro cairia para a terceira posição da lista. O ex-camisa 10 do Liverpool passa a ser a maior aquisição da história do Barcelona. Ele supera os € 105 milhões gastos pelo clube para ter o atacante francês Ousmane Dembélé, ex-Borussia Dortmund.

A NOVELA COUTINHO E O "ANÚNCIO DA NIKE"

O ex-atleta do Vasco é desejo antigo dos catalães. O namoro começou há três temporadas, mas se intensificou ao fim da última, quando o Barça procurou um substituto para Neymar. Coutinho pediu ao Liverpool para aceitar a transferência para a Espanha antes do início da atual temporada, mas os Reds se recusaram a vender seu principal jogador na ocasião. O Liverpool recusou três propostas dos catalães pelo brasileiro, a última delas de 115 milhões de libras (cerca de R$ 514 milhões na cotação atual), até chegar ao valor atual.

O time inglês foi resistente e tentou aumentar o preço do atleta até o fim. Na Inglaterra, não há multa rescisória. Portanto, os clubes podem impor qualquer valor pela negociação. A situação piorou na última semana de 2017. Vazou uma imagem de um suposto anúncio da Nike, no qual era possível encomendar uma camisa do Barça com o nome do brasileiro. Segundo as imprensas inglesa e espanhola, o Liverpool usou o episódio para aumentar o preço de Coutinho.

De acordo com o jornal catalão “Mundo Deportivo”, Coutinho abriu mão de € 15 milhões (R$ 58,2 milhões pelo câmbio atual) para agilizar o acordo final. Essa operação não é confirmada pelo staff do meia-atacante.

Fonte: GloboEsporte.com