Nenê é considerado um dos melhores jogadores da 33ª rodada

10/11/2017 às 09h17 - FUTEBOL

A 33ª rodada do Brasileirão contou com seis grandes destaques individuais no 48º Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet com a nota 7,5. Dois deles goleiros: Marcelo Grohe (Grêmio) e Walter (Corinthians). O primeiro, fechou o gol do tricolor gaúcho na vitória contra a Ponte Preta por 1 x 0, em Campinas, com pelo menos quatro defesas dificílimas. Já o corintiano Walter, que fez sua estreia no campeonato, substituindo Cássio, que está na seleção brasileira, defendeu um pênalti de Nikão no primeiro tempo e ajudou o líder a se aproximar do título brasileiro.

Outro destaque da rodada foi o meia-atacante Nenê, do Vasco, que marcou um belo gol de falta nos acréscimos e garantiu a vitória de virada do time carioca sobre o Santos, na Vila Belmiro, por 2 x 1. Outro meia-atacante que brilhou na rodada foi Éverton, do Flamengo, que marcou o primeiro gol na vitória sobre o Cruzeiro por 2 x 0 e deu o passe para o segundo, de Vinícius Júnior, no final da partida. Já o meia Yago, do Vitória, foi o grande nome na partida contra o Palmeiras, que acabou com o triunfo dos baianos por 3 x 1. O meia abriu o placar no início do jogo e depois fez 3 x 1 ainda no 1º tempo.

Já no encerramento da rodada, na quinta-feira, o destaque foi o lateral-esquerdo Reinaldo, da Chapecoense. Emprestado pelo São Paulo, o jogador brilhou contra sua ex-equipe. No primeiro tempo, deu um cruzamento perfeito para Wellington Paulista abrir o placar. Na etapa final, cobrou bem o pênalti e colocou os catarinenses em vantagem (2 x 0) – o São Paulo, porém, acabou empatando o jogo no final.

Nas 33 rodadas do Brasileirão, os melhores de cada no 48º Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet foram:

1ª rodada: Clayson (Ponte Preta), Borja (Palmeiras), Ramiro (Grêmio) e Tomas Bastos (Coritiba) - 7,5
2ª rodada - Vanderlei (Santos) - 8,5
3ª rodada - Lucas Pratto (São Paulo), Lucca (Ponte Preta) e André (Sport) - 8
4ª rodada - Victor (Atlético-MG), Romero (Corinthians) e Jô (Corinthians - 7,5
5ª rodada - Luan (Grêmio) - 8,5
6ª rodada - Romero (Corinthans) - 8
7ª rodada - Vanderlei (Santos) - 8
8ª rodada - Luan (Grêmio) e Thiago Neves (Cruzeiro) - 8
9ª rodada - Guerrero (Flamengo) - 8,5
10ª rodada - Cássio (Corinthians) - 8,5
11ª rodada – Fred e Cazares (Atlético-MG) - 8
12ª rodada – Douglas (Avaí) e Copete (Santos) – 8,5
13ª rodada – Vanderlei (Santos) e Guilherme Arana (Corinthians) - 8
14ª rodada – Dudu (Palmeiras), Lucas Barrios (Grêmio) e Guilherme Arana (Corinthians) – 7,5
15ª rodada – Juninho (Bahia) – 8
16ª rodada – Bruno Henrique (Santos) e Paulinho (Vasco) – 8
17ª rodada – Hernanes e Marcos Guilherme (São Paulo), Lenis (Sport) e Fernando Miguel (Vitória) – 7,5
18ª rodada – Jô e Rodriguinho (Corinthians), Guilherme (Atlético-PR), Rildo (Coritiba), Lucas Silva (Cruzeiro) e Tréllez (Vitória) – 7,5
19ª rodada – Rodriguinho (Corinthians) – 7,5
20ª rodada – Hernanes (São Paulo) – 8
21ª rodada – Vinícius Júnior (Flamengo) – 8
22ª rodada – Marcos (Atlético-GO) e Willian (Palmeiras) – 8
23ª rodada – Roger (Botafogo), Edu Dracena e Fernando Prass (Palmeiras) e Lucas Lima (Santos) – 7,5
24ª rodada – Walter (Atlético-GO), Ribamar (Atlético-PR), Jean (Bahia), Rodrigo Lindoso (Botafogo), Léo (Cruzeiro), Éverton Ribeiro (Flamengo) e Éder Militão (São Paulo) – 7
25ª rodada – Bruno Henrique (Santos), Tréllez (Vitória), Petros (São Paulo) e Roger (Botafogo) – 7,5
26ª rodada – Bruno Henrique (Santos), Sidão (São Paulo) e Robinho (Santos) – 7,5
27ª rodada – Clayson (Corinthians), Diego Souza (Sport) e Edigar Junio (Bahia) – 7,5
28ª rodada – Keno (Palmeiras) – 8
29ª rodada – Ribamar (Atlético-PR); Arthur Cayke, Canteros e Luiz Antônio (Chapecoense), Diego e Réver (Flamengo) – 7,5
30ª rodada – Robinho (Atlético-MG) - 8
31ª rodada – Wilson (Coritiba) – 8
32ª rodada – Romero (Corinthians) – 8
33ª rodada – Reinaldo (Chapecoense), Walter (Corinthians), Éverton (Flamengo), Marcelo Grohe (Grêmio), Nenê (Vasco) e Yago (Vitória) – 7,5

Para efeito da premiação, além da nota (60% de peso), também é levado em conta o Algoritmo DataESPN (40%).

Fonte: ESPN Brasil