Nenê: "Muitos não acreditavam, agora estamos a 3 pontos da Libertadores"

02/12/2017 às 16h48 - FUTEBOL

Não foram poucos os que duvidaram que o objetivo do Vasco da Gama no Campeonato Brasileiro era a conquista de uma vaga para a Taça Libertadores da América de 2018. Por diversas vezes, nas mais variadas esferas, o Gigante da Colina foi taxado como um forte candidato ao rebaixamento, mesmo quando o rendimento dentro das quatro linhas colocava o clube na disputa pelos primeiros lugares do mais importante torneio nacional. 

Muitos problemas tiveram que ser superados, não foi fácil, mas hoje, sete meses após a estreia na competição, o Cruzmaltino ocupa o sétimo lugar e depende apenas de suas próprias forças para confirmar a participação na próxima edição do torneio continental. Ainda resta um último passo, diante da Ponte Preta, no domingo (03/12), porém os jogadores vascaínos não escondem o orgulho ao falarem sobre o que foi construído até aqui.

- Merecemos realmente essa vaga, por tudo que foi dito por todos no começo. Não respeitaram a história de ninguém, principalmente a do Vasco, que é gigantesta. Não respeitaram a história de cada atleta e de cada membro da comissão técnica. Todos aqui sempre estiveram envolvidos e focados na conquista desse objetivo. O presidente sempre acreditou na gente, mesmo quando só criticavam na gente. Isso foi muito importante. Estou muito feliz com a minha volta por cima e pela volta por cima do Vasco - afirmou o volante Wellington.
 

Acreditar que era possível brigar pelas primeiras colocações foi uma das principais virtudes do Vasco da Gama no Brasileirão 2017. O grande segredo do Gigante da Colina, entretanto, está longe de ser apenas o otimismo. É unânime em São Januário a opinião de que seria difícil chegar na derradeira rodada com chances de classificação se não houvesse uma grande harmonia entre todos que fazem a família Vasco da Gama.

- Temos grandes chances, estamos quase lá, mas ainda falta um passo. Muitos não acreditavam no nosso time, mas eu sempre acreditei. Sabia do potencial desse grupo, precisávamos acertar algumas coisas e conseguimos. Chegamos no último jogo dependendo apenas de nós para concretizarmos essa classificação. A expectativa é a melhor possível. Nosso coração está acelerado por jogar essa partida em casa com estádio lotado. Tenho certeza que o torcedor estará lá e nos apoiará do início ao fim. Vamos com tudo para conquistar os três pontos e a vaga na Libertadores - declarou o meio-campo Nenê, em entrevista ao SporTV.

Motivado, unido e confiante, o Vasco da Gama encara a Ponte Preta neste domingo (03), às 17 horas, no Estádio de São Januário. A preparação cruzmaltina para o decisivo confronto com a Macaca foi encerrada na manhã deste sábado (02), quando a comissão técnica, liderada pelo treinador Zé Ricardo, promoveu uma atividade tática, com ênfase nas bolas paradas ofensivas e defensivas. 

Foto: Site Oficial do VascoNenê e Wellington
Nenê e Wellington

Fonte: Site oficial do Vasco