'Nosso jogo já começou', diz Erazo

29/01/2018 às 22h44 - FUTEBOL

O Vasco ainda está a cerca de 500 quilômetros do estádio onde fará sua estreia na Libertadores de 2018. Mas, para os jogadores, é como se o árbitro já tivesse apitado o início da partida contra o Universidad Concepción. Após o primeiro treino no Chile, na noite desta segunda-feira, o zagueiro Erazo destacou a concentração do elenco para o jogo de quarta.

Erazo em treino do Vasco no Chile (Foto: Gustavo Rotstein/GloboEsporte.com)

Para o jogador equatoriano, que disputa sua quarta Libertadores, o principal neste primeiro momento é que o grupo consiga entender as particularidades da competição. Além do técnico Zé Ricardo, esse é um trabalho também a ser feito pelos atletas mais experientes junto aos novatos.

- Nosso jogo já começou desde a viagem, desde que acabou o clássico contra o Flamengo. Vamos enfrentar um time difícil, jogando em seu campo. Temos que tomar os cuidados necessários para não ter surpresa e, dentro do campo, estar ligado toda hora. Os jovens vão entrar no clima e vão entender como funciona a Libertadores. Desde o primeiro momento não se pode deixar espaços, porque se sofrer gol fica difícil. Os jogadores adversários caem no chão, os gandulas saem... sabemos como é.

O zagueiro destacou que a Libertadores possui elementos bem diferentes das partidas de campeonatos como Brasileiro e Carioca. E, segundo ele, isso é de grande utilidade pelos atletas mais experientes.

- Libertadores é totalmente diferente. A gente fala com o juiz e ele entende. Dar aquela pressionada faz parte (risos). Mas o vasco tem meninos que são bons de bola e que mostram personalidade. Nós mais velhos estamos passando para eles que o juiz não apita todas as faltas, deixa o jogo correr, que a torcida vaia muito. Estamos passando todas as informações necessárias para eles fazerem uma grande partida - afirmou Erazo.

Fonte: GloboEsporte.com