Oposição planeja quem ocupará alguns cargos, se Brant assumir presidência

18/11/2017 às 10h05 - POLÍTICA

Enquanto a atual diretoria do Vasco prepara, com otimismo, o recurso para tentar inverter a decisão da Justiça de suspender os 475 votos da urna 7, Julio Brant e seus correligionários mantém a confiança de que serão apontados como vencedores da eleição. Tanto que um planejamento de gestão compartilhada já foi costurado, inclusive com nomes para os cargos. 

O slogan de Brant, que teve o apoio de Alexandre Campello e de Fernando Horta (este durante o dia de votação), será "Vasco Unido". A aliança tem sido costurada por José Carlos Osório e Faues Mussa. Desapontado com os rumos que a eleição tomou, inclusive com a união contrária à sua vontade, Horta se afastou e não deve ter um cargo. 

A ideia da oposição caso consiga assumir o comando do Vasco: 

Os presidentes de poder: 

Presidente da Assembleia Geral: Faues Mussa (Chapa Sempre Vasco, de Brant) 
Presidente do Conselho Deliberativo: Roberto Monteiro (Chapa Frente Vasco Livre, de Campello) 
Presidente do Conselho Fiscal: Otto Carvalho (Chapa Mudança com Segurança, de Horta) 

As vice-presidências: 
Vice geral: Alexandre Campello, da Frente Vasco Livre 
Futebol e Jurídico: com a chapa Sempre Vasco, de Brant 
Patrimônio (Fred Lopes) e Finanças: com a chapa Frente Vasco Livre, de Campello 
Comunicação e base: com a chapa Mudança com Segurança, de Horta 

A expectativa de ambas as partes é de que o disputa judicial ainda tenha alguns capítulos. A atual diretoria recebeu na sexta-feira a notificação da suspensão dos votos da urna 7, o que daria a vitória a Brant, e tem 15 dias úteis para apresentar o recurso. 

Fonte: Globoesporte.com