Ortopedista, Campello acompanhou atendimento de Paulinho

05/04/2018 às 08h13 - FUTEBOL

A expressão tomada pela dor de Paulinho, com um tremor frenético das pernas, deu a impressão de que a lesão do atacante na partida contra o Cruzeiro havia sido mais grave do que realmente foi. Após ser retirado de campo, a joia foi levada para uma ambulância no Mineirão, onde teve o braço o cotovelo do braço esquerdo colocado novamente no lugar. Ainda assim ele é dúvida para o próximo do Vasco, contra o Botafogo, domingo, na final do Campeonato Estadual.

A preocupação que o problema de Paulinho gerou foi tão grande que Alexandre Campello, presidente do Vasco e médico ortopedista, desceu do camarote onde assistia à partida para acompanhar de perto o atendimento ao jogador de 17 anos.

Depois de ter o cotovelo recolocado na posição correta, Paulinho teve o local imobilizado. Já sem dores, voltou para o banco de reservas do Vasco, de onde acompanhou o fim da partida.

- Foi só um susto. O time mostrou porque está na Libertadores. Que possamos fazer mais bons jogos na competição - destacou o jogador, feliz com a atuação.

Na sequência, ele foi encaminhado para um hospital em Belo Horizonte. A tendência é que ele seja reexaminado hoje, já no Rio de Janeiro, para saber se o problema pode atrapalhar sua escalação no fim de semana.

Paulinho é titular do Vaso e tem sido um dos jogadores mais importantes da equipe de Zé Ricardo na temporada, mas tem tido problemas médicos recorrentes.

Fonte: Extra