Pai de Evander reclama de punição após foto polêmica

23/05/2018 às 20h26 - CLUBE

A punição do Vasco ao quarteto que postou uma foto que gerou polêmica nas redes sociais não caiu bem para o pai e empresário de Evander, um dos envolvidos e que foi afastado pela diretoria. Mesmo ainda não tendo sido comunicado oficialmente da decisão de colocar seu filho - além de Paulão, Wellington e Gabriel Félix - para treinar à parte, ele detonou a posição do clube.

"Sabemos que eles erraram, que eles não tiveram intenção, foi brincadeira entre eles, mas a torcida com toda razão levou para o lado contrário. Mas o Vasco, com certeza, com essa punição, fez uma caça às bruxas. Na minha opinião está totalmente errado. Se fosse assim teriam que tirar um monte de gente que fez tanta coisa errada no clube. Quem nunca errou? É esperar o que vai acontecer e tomar uma atitude", declarou Evandro Ferreira ao UOL Esporte.

Além de gerenciar a carreira do meia, o empresário também é o dono do centro de treinamento das Vargens, onde o Vasco fechou um contrato de aluguel para realizar atividades no local. Ainda não se sabe, porém, se esta relação poderá ficar conturbada após o episódio.

Evander sempre foi visto como uma das grandes promessas das divisões de base do Vasco, mas no profissional nunca conseguiu manter uma regularidade e teve altos e baixos. Nesta temporada, porém, a torcida tem perdido a paciência com o jogador de 19 anos e que tem passagens por seleções brasileiras de categorias inferiores.

Quase foi para o São Paulo

Mês passado, Evander esteve envolvido numa negociação que quase o colocou no São Paulo. O Vasco desejava a contratação de Diego Souza e o clube paulista solicitou o empréstimo do meia como condição de transação. O Tricolor, porém, voltou atrás após reunião com o técnico Aguirre e decidiu manter Diego no elenco.

O próprio Cruzmaltino não chegou a um consenso sobre ceder um ativo do clube, mas após o episódio da foto, há quem tenha se arrependido dentro da diretoria.

Entenda a polêmica dos afastados

Conhecidos por estarem sendo vaiados em algumas partidas da equipe este ano, Wellington, Paulão, Evander e Gabriel Félix posaram para uma foto ao lado dos também perseguidos Rafael Galhardo, Fabrício e Erazo no estádio Nacional (CHI) e a postaram com a legenda "uuuu", numa alusão às vaias. Os mesmos deram risadas nos comentários.

As publicações causaram forte revolta nos torcedores, que as interpretaram como "ironia" e "deboche". Diante da repercussão, elas foram apagadas. Em seguida, Evander, Paulão e Gabriel Félix postaram um texto igual pedindo desculpas e alegando que o momento do clube não é o ideal para brincadeiras.

Alexandre Campello interpretou que o ato foi ofensivo ao Vasco e à torcida.

"Acho que essa é uma postagem que ofende a história e o nome do Vasco e a sua torcida. Os próprios jogadores entenderam que a postagem foi inadequada. Se arrependeram, já pediram desculpas. Eles foram punidos na medida exata daquilo que eles cometeram. Foram afastados", disse ao Sportv.

Fonte: UOL Esportes