Partida contra o Atlético-MG terá gosto especial para Werley

13/04/2018 às 09h01 - FUTEBOL

A partida entre Vasco e Atlético Mineiro será especial para um jogador do elenco cruzmaltino. Não se trata do equatoriano Erazo, que ainda possui contrato com os mineiros e não poderá atuar justamente por esse motivo, mas sim do seu provável substituto: Werley. Natural de Oliveira, cidade localizada no oeste de Minas Gerais, o zagueiro foi descoberto e defendeu as cores do Galo por aproximadamente 10 anos. 

Foi através da oportunidade dada pelo Alvinegro que o defensor conseguiu mudar de vida e realizar o sonho de se tornar um jogador de futebol. A gratidão pelo Atlético, entretanto, não impedirá Werley de dar a vida em campo quando o árbitro decretar no próximo domingo (15/04), às 16 horas, o início do primeiro compromisso do Gigante da Colina pelo Campeonato Brasileiro de 2018. 

- Fiquei 10 anos no Galo. Foi o Atlético que me abriu as portas quando deixei a minha cidade. Não é segredo para ninguém que eu tenho um carinho enorme pelo Galo. Foi esse clube que mudou a vida da minha família, então é sempre bom reencontrá-lo. O Thiago Larghi vem um grande trabalho e o atual time do Atlético possui jogadores experientes. Precisamos estar bem atentos, em especial com o setor ofensivo. O Ricardo Oliveira é um atacante que se movimenta bem e faz muitos gols. A bola parada com o Otero também é muito forte. Todo cuidado é pouco, mas vamos procurar fazer o nosso jogo, até porque jogaremos em casa - afirmou o camisa 4.

Não há uma fórmula fechada para a conquista do sucesso numa competição como o Brasileiro, porém em todas elas, sem dúvida, o fator casa é fundamental. Em 2017, quando conquistou um vaga para a Conmebol Libertadores, o Vasco da Gama foi uma das equipes que teve melhor rendimento nesse quesito. Antes de ser impedido de atuar em São Januário devido a uma punição, o Cruzmaltino possuía aproveitamento superior ao do campeão Corinthians.

- Numa competição como o Brasileiro, vencer em casa é muito importante. O fator casa é fundamental. Jogaremos 12 rodadas até a parada para a Copa do Mundo e o nosso objetivo é estar no pelotão de cima da tabela, até para que no retorno a gente esteja brigando por coisas grandes dentro do campeonato. Para isso, vamos procurar ser fortes e fazer nosso papel dentro de São Januário. Iremos iniciar nossa participação no domingo com esse pensamento. Esperamos fazer uma grande apresentação e estrear com o pé direito dentro da nossa casa - declarou Werley.

Campeão nacional nos anos de 1974, 1989, 1997 e 2000, o Vasco da Gama inicia a disputa da edição de 2018 acreditando que é possível retornar ao topo do Brasil. A esperança cruzmaltina existe em virtude do comprometimento demonstrado pelos jogadores nos últimos meses. Não tem sido fácil para nenhuma equipe encarar o Gigante da Colina, seja a partida em São Januário, no Maracanã ou em qualquer outro lugar.

"É um campeonato difícil, mas podem esperar uma equipe comprometida e que tem grandes objetivos para a sequência do ano. Trabalhamos todos os dias pensando em conquistas para dar alegrias ao nosso torcedor. Estivemos próximos do título do Carioca, mas ele não veio. Às vezes, como disse para minha família, abrimos mão de algo que não é tão grande, para conquistar algo maior na frente. Esse grupo tem o desejo de fazer história nesse ano. Esse grupo tem sede de vitória. Posso garantir que vamos fazer de tudo para conquistar algo grande em 2018. Nosso foco no Brasileiro, na Libertadores e na Copa do Brasil será total - concluiu o zagueiro.

Fonte: Site oficial do Vasco