Pikachu reitera preferência de posição, mas aproveita bom momento

12/06/2018 às 16h23 - FUTEBOL

Em coletiva na tarde desta terça-feira, em São Januário, o Pikachu falou sobre seu momento na carreira, a chegada de Jorginho e como a parada para a Copa do Mundo pode ser fundamental para os planos do Vasco no restante do ano.

“Realmente é o meu melhor momento aqui falando de números. Está sendo maravilhoso, estou trabalhando para que dure por muito tempo. Pena que temos somente um jogo antes da parada. Fico feliz”.

Sobre jogar como lateral direito ou meia, Pikachu disse que não tem preferências, apesar de se sentir à vontade jogando no meio campo, e diz que Jorginho foi o primeiro a escalá-lo na posição.

“Olha, eu deixei sempre claro que minha posição de origem é lateral. Mas fazendo gols assim, jogando bem, tendo essa liberdade, acho que estou aproveitando bem. Mas se tiver de voltar à lateral, não tem problema… mas ele (Jorginho) foi o primeiro a me colocar nessa linha de frente, me deu liberdade, e desde lá eu venho jogando mais ali do que na lateral. Conheço o trabalho dele, aos poucos quem não trabalhou com ele também vai conhecer”. 

O jogador analisou partida desta quarta (13), contra o Internacional, em Porto Alegre.

“É difícil (jogar no Beira-Rio). O Inter vem de vitória fora de casa, a gente espera um jogo complicado. Está vindo da Série B mas todos sabem da grandeza do clube. Temos de entrar muito ligados. A gente já mostrou, principalmente contra o Cruzeiro, que temos condições de conseguir bons resultados fora de casa.” 

Sobre as constantes mudanças ocorridas no time envolvendo lesões e cartões, Pikachu disse que quem entrar precisa estar preparado.

 “É complicado toda hora mudar o time, até para o treinador e para os jogadores também. Precisa de um entrosamento bom. E por conta de lesões, cartões, estamos mudando toda hora. Mas isso não tem problema, o Jorginho está conhecendo a característica de cada jogador, temos desfalques, mas quem entrar tem de dar o seu melhor. Estamos no Vasco, tem de estar preparado”. 

O jogador lembrou a partida conta o Cruzeiro, em que o Vasco empatou em 1 a 1, em Belo Horizonte, com Valdir Bigode no comando. Perguntado se o time já terá as características de Jorginho, Pikachu afirmou ser cedo, e que a parada para a Copa do Mundo será importante para “ajustar” o time para o restante do ano.

“Não 100% a cara do Jorginho, mas 60%, 70%… esse jogo já teve um pouco mais de trabalho. No outro foi pouca coisa no campo, mais na conversa. Creio que nesse jogo já vai ter alguma diferença, mas é cedo para falar que será 100% a cara do Jorginho. Essa parada será importante para ajustar”. 

Nesta quarta, o Vasco enfrenta o Internacional, no Beira Rio, às 21h45, pela 12ª rodada do Brasileirão. Com 13 gols em 32 partidas disputadas em 2018, Yago Pikachu tem sido o destaque vascaíno na temporada.

Fonte: Torcedores.com