Polícia Militar monta plano especial para clássicos do RJ

Em 02/04/2013 11:07
 

Com a transferência dos clássicos do Campeonato Carioca para o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, a Polícia Militar montou um esquema especial para garantir a segurança dos torcedores. Nesta segunda-feira, representantes do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) se reuniram com representantes de organizadas na sede da Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj), no Maracanã, para revelar detalhes do policiamento do clássico desta quarta-feira entre Vasco e Botafogo e que também será empregado no Fla-Flu e nos jogos das finais do Carioca.

Um dos pontos importantes do encontro foi o acerto de uma escolta policial das torcidas, desde o Rio até Volta Redonda, pela Rodovia Presidente Dutra.

“Vamos fazer a escolta dos torcedores exatamente como era no Engenhão, Maracanã e em outros estádios do Rio. Estamos acostumados com esse policiamento de grandes equipes. Não será novidade”, disse o comandante do Gepe, tenente-coronel João Fiorentini.

Segundo ele, o Gepe vai colocar à disposição 96 PMs do grupamento, além de receber o apoio de outros homens do Batalhão de Choque e de Ações com Cães. O 28º Batalhão (Volta Redonda) também vai reforçar a segurança nas imediações do estádio. Além disso, as ruas próximas ao Raulino de Oliveira terão a mão invertida para facilitar o acesso dos torcedores.

Acabando com o impasse entre Vasco e Botafogo, que ficaria com apenas 10% dos ingressos se o clássico fosse em São Januário, a reunião definiu que a carga será dividida.

“Vamos disponibilizar 50% dos ingressos para cada torcida”, afirmou Fiorentini, que volta a se reunir nesta terça para definir os detalhes finais do esquema de segurança.

últimas das colunas

todos os colunistas

Tags