Quem sai e quem fica no Vasco? Vote! clique aqui

Promessa do Vasco, João Pedro é promovido aos profissionais

27/12/2017 às 08h21 - FUTEBOL

João Pedro nem acreditou quando soube. O Vasco o queria para um teste. Logo depois de ele, como goleiro do Bangu, levar oito gols num confronto com o Cruz-Maltino. Cinco deles marcados só por Caio Monteiro, então estrela da base.

O ano era 2012. E o interesse do Vasco foi real. João Pedro foi a São Januário, fez um teste e foi aprovado. A aposta cruz-maltina deu certo. O goleiro vai começar 2018 como o terceiro do elenco, atrás de Gabriel Félix e Martín Silva, após uma carreira sólida na base.

- O Caio até hoje me zoa na frente de todo mundo. Fiz algumas defesas naquele jogo. Lembro de tomar gol para caraca (risos), mas lembro de fazer defesas boas. Peguei falta do Bruno Cosendey (outra cria do Vasco, hoje no profissional). Comecei a rir quando falaram do teste. Não acreditava. Quando eu vim, não saí mais – contou João.

Essa joia vascaína provavelmente vai demorar para entrar em campo. Terá que brigar com Gabriel, a quem cita como exemplo, para ter a chance de jogar quando o ídolo Martín defender a seleção uruguaia. Mas isso não diminui a expectativa do Vasco – e do próprio João – num futuro brilhante.

E há motivos.

João se destacou na base pela capacidade de pegar pênaltis. É exímio no quesito e mostrou isso em 2017 na Copa São Paulo de Juniores e, especialmente, na decisão do Campeonato Carioca sub-20. Sabe o segredo dele? Instinto puro.

- Eu escolho o canto. É instinto. Deus dá um dom para cada pessoa, e eu espero nunca perder esse dom. Tem goleiro que faz gracinha, vai para um lado, fica chamando. Eu gosto tranquilo, parado. É um dos motivos para eu pegar pênalti.

João, porém, não considera esta sua principal qualidade.

- Minha principal qualidade é ser tranquilo. Acredito que o goleiro tem que passr confiança para o time. Se conseguir, você fica tranquilo e consegue fazer tudo que tem treinado dentro de campo.

Jefferson como ídolo e Martín como conselheiro

Apesar de jogar no Vasco, João não titubeia ao citar Jefferson como seu principal ídolo, especialmente pela tranquilidade. Mas ele também não deixa de falar de Martín Silva, capitão e um dos jogadores mais respeitados do Vasco.

O uruguaio tem perfil mais reservado, mas João soube aprender com ele. A convivência, intensificada desde agosto, quando o jovem subiu de vez para os profissionais, tem lhe rendido bons conselhos.

- Eu vejo o Martín como espelho pela postura e pela liderança. Quando a gente erra algo, ele vem e conversa. Sempre me ajuda em posicionamento. Tudo que é importante ele passa para a gente.

A aposta do Vasco é que João, em alguns anos, assuma o posto de Martín, que renovou contrato até 2020. O projeto idealizado pelo preparador de goleiros Fabio Tepedino é ter apenas crias da base no elenco, junto com o uruguaio, tido como referência.

- João é um goleiro que sempre nos chamou a atenção. Físicamente é muito forte e desde o sub17 vem se destacando. A evolução dele em 2017 foi gritante, porém, como todo jovem, requer uma atenção especial para a parte disciplinar. Estamos o preparando calma para que ele faça essa transição bem feita, similar ao que foi feito com o Gabriel Felix. Daremos todo o suporte necessário para que corresponda se for preciso em 2018 - disse Tepedino.

Ficha técnica de João Pedro:

Nome: João Pedro Soares Borges
Data de nascimento: 28/01/1988
De onde vem: Vila Kennedy, Zona Oeste, Rio de Janeiro
Altura: 1,88m
Peso: 84kg
Clubes: Ceres, Bangu e Vasco (desde 2012).

Fonte: GloboEsporte.com