Ricardo Graça: "Precisamos ser respeitados"

03/06/2018 às 10h06 - FUTEBOL

Não foi feliz para o Vasco da Gama a noite do último sábado (02/06) em São Januário. Mesmo atuando diante de sua torcida, o Cruzmaltino não conseguiu fazer valer o mando de campo e acabou sendo superado pelo Botafogo por 2 a 1, em jogo válido pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado impediu o Almirante de se aproximar das primeiras colocações do mais importante torneio nacional.

Ao término da partida, o zagueiro Ricardo Graça conversou com os jornalistas na zona mista e admitiu que a não conquista dos três pontos não estava nos planos do time vascaíno, principalmente por se tratar de um jogo na Colina Histórica. O prata da casa reconheceu que o desempenho na etapa inicial não foi dos melhores, mas destacou o crescimento do Gigante da Colina durante o segundo tempo.

- Saímos daqui hoje com um sentimento de frustração. Sabíamos qual seria a estratégia do Botafogo. Trabalhamos muito durante a semana para não sofrermos nos contra-ataques e nas bolas paradas, mas acabamos tomando um gol assim. No primeiro tempo, as coisas não saíram como queríamos, não conseguimos propor o jogo. Mudamos de postura no segundo tempo, criamos chances, mas não furamos o bloqueio do Botafogo - afirmou o camisa 14.

Assim como nas rodadas anteriores do Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama não teve força máxima à disposição diante do Alvinegro. A ausência de peças importantes, entretanto, não foi a grande responsável pelo resultado adverso no Caldeirão. Foi isso que declarou o jovem Ricardo Graça, afirmando também que a cobrança vinda das arquibancadas é normal quando se joga num clube da grandeza do Cruzmaltino.

- Jogar no Vasco traz uma responsabilidade gigante e todo mundo que estar aqui sabe disso. Não importa se 10 ou 11 jogadores estão fora, quem entrar precisa estar preparado para suprir essas ausências. É preciso dar o melhor para ajudar o grupo a sair com a vitória. É isso que tenho procurado fazer. Hoje o resultado não veio, contra o Paraná conseguimos a vitória. Agora vamos procurar fazer o mesmo diante do Cruzeiro - disse Ricardo.

Algoz durante a fase de grupos da Conmebol Libertadores, o Cruzeiro voltará a cruzar o caminho vascaíno na próxima quarta-feira (06), às 21h45, dessa vez no Campeonato Brasileiro. A partida será disputada no Mineirão, onde o Almirante obteve bons resultados diante da Raposa nas duas últimas temporadas. Foi o Gigante da Colina que tirou os 100% de aproveitamento do adversário atuando em casa na temporada de 2018.

- O Cruzeiro é time grande, mas o Vasco também é. Precisamos ser respeitados. Vamos procurar fazer o nosso jogo e impor nosso ritmo para sairmos de campo com o resultado positivo. Sabemos que para isso precisamos corrigir algumas falhas que apresentamos nos últimos jogos. Vamos trabalhar para isso. Esse ano jogamos contra eles no Mineirão e conseguimos um empate. Tem que ser daí para melhor. Nosso objetivo é a conquista dos três pontos, mas se não for possível, que venha o empate, pois precisamos pontuar - concluiu o prata da casa.

Fonte: Site oficial do Vasco