Rildo está liberado para atuar até o dia 26, quando ocorrerá o julgamento

12/04/2018 às 19h41 - FUTEBOL

Rildo está à disposição do Vasco e poderá atuar, pelo menos por enquanto. Isso porque a punição dada ao atacante pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) por entrada violenta em João Paulo, na última rodada da Taça Rio, foi anulada em nova sessão nesta quinta-feira. O caso foi suspenso e o pleno voltará a se reunir no dia 26 de abril, liberando o jogador nesse período.

Entenda

No dia 26 de março, a 5ª Comissão Disciplinar do TJD-RJ votou por suspender Rildo por 180 dias ou até o volante do Botafogo voltar a treinar. O Vasco recorreu da decisão e o advogado do clube, Paulo Rubens Máximo, alegou na sessão desta tarde que o julgamento anterior não deveria ter existido, porque havia um acordo entre a defesa e a procuradoria para levar o caso diretamente para julgamento do pleno, o que não foi respeitado pela comissão.

A princípio, houve um acordo entre a procuradoria e a defesa por três jogos de suspensão a Rildo, que deveria ter sido julgado na primeira sessão. Com a anulação da primeira punição, ficou decidido que tal acordo vai ser julgado pelo pleno no final do mês. Se o acordo for negado, o caso vai a novo julgamento.

O procurador-geral do Tribunal, André Valentim, acatou o pedido e concordou com a anulação da primeira decisão. Com isso, Rildo está liberado para atuar até o novo julgamento, marcado para o final do mês.

Fonte: GloboEsporte.com