Rildo pode ser a novidade para o confronto com o Racing-ARG

17/04/2018 às 08h12 - FUTEBOL

A voz da arquibancada já anunciava que o domingo seria marcante para Rildo. Em recuperação de uma luxação no ombro esquerdo, o atacante, mesmo não estando 100%, foi peça-chave na virada de 2 a 1 sobre o Atlético-MG, em São Januário. Após um mês longe dos gramados, ele saiu do banco para incendiar o jogo e sofrer o pênalti que garantiu o gol da vitória cruzmaltina na estreia no Campeonato Brasileiro.

"Quando acabou o ano passado, o primeiro nome que eu dei para tentar reforço foi o do Rildo. A característica dele é fundamental para o futebol. O período que ele ficou fora fez falta para a gente. Agora é condicioná-lo para que possa ter mais tempo", elogiou o técnico Zé Ricardo.

Com a anulação da pena que poderia chegar a 180 dias de suspensão pela violenta entrada que resultou na fratura da perna de João Paulo, do Botafogo, o atacante, até a data do novo julgamento, ganha força como opção ofensiva. Com a baixa de Paulinho, que se recupera de uma fratura no cotovelo esquerdo, Rildo pode ser a novidade para o confronto com o Racing-ARG, quinta-feira, em Buenos Aires, pela terceira rodada da da Libertadores.

Cedae recua em corte de água

Com uma dívida de cerca R$ 700 mil com a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), o Vasco sofreu uma ameaça de corte no fornecimento de água na manhã de ontem, após uma inspeção surpresa. De acordo com o 'Globoesporte.com', a operação foi suspensa a pedido do presidente da empresa, Jorge Luiz Ferreira Briard. Após quitar cerca de R$ 200 em débitos antigos, o presidente Alexandre Campello tenta renegociar o restante do valor, e, por ora, não teme o risco de corte, como ocorreu em 2012 sob a gestão de Roberto Dinamite.

Fonte: O Dia