Saiba por onde anda Hernande, ex-jogador do Vasco

Em 31/05/2007 00:49
 

Hernande surgiu como uma grande promessa das divisões de base do Vasco no início da década de 90. Contudo, a ascensão de sua carreira foi interrompida por um trágico acidente em 1994, que resultou na prisão do jogador por três anos. Aos 33, o meia atua na segunda divisão do Rio de Janeiro e ainda tem planos de reaparecer no futuro.

Ao lado de Gian, Yan e Valdir, Hernande foi um dos destaques das vitoriosas campanhas do Vasco no tricampeonato estadual de 1992, 1993 e 1994. Convocado constantemente para a seleção brasileira de juniores, o meia foi campeão mundial da categoria em 1993, na Austrália.

Rápido e habilidoso, o canhoto Hernande era tratado com muito carinho por todos no clube de São Januário. Até que o acidente mudou sua história.

\"O acidente me atrasou muito no futebol. Eu estava começando a me firmar entre os titulares do Vasco quando isto aconteceu e acabou prejudicando muito a minha carreira. O Vasco cuidou do caso na época e nenhuma orientação me foi dada a respeito. Na cadeia eu refleti muito sobre a minha vida, mas me apeguei a Deus para superar todas as dificuldades\", afirmou Hernande, que confessou que chegou a pensar em uma aposentadoria precoce. \"Parei e pensei sobre o que aconteceu e o que poderia vir a acontecer, e achei que nunca mais conseguiria jogar\", disse.

Na época, Hernande causou um acidente de carro em um bairro da Zona Norte do Rio, atropelando três pessoas. Por falta de orientação, o atleta foi condenado a seis anos de cadeia, cumprindo três destes em regime integral e permanecendo depois em semi-aberto até o fim de sua pena. Mesmo preso, Hernande recebeu a solidariedade de antigos companheiros de Vasco.

\"Quando eu estava preso, o Gian e o Yan sempre me visitavam e me deram muito apoio quando mais precisei. Até hoje eles me ligam e nos falamos com freqüência. Morávamos juntos na época de Vasco e por isso nos apegamos muito. Sem dúvida alguma eles foram fundamentais na minha volta por cima. Não posso esquecer também dos meus ex-companheiros Alex e Valdir, que também me visitavam\", relembrou Hernande.

Após sair da prisão, Hernande recebeu uma chance de ouro para tentar retomar a carreira. Em 2001, o jogador foi contratado pelo Botafogo para a disputa do Campeonato Brasileiro. No entanto, ele teve que conviver com as adversidades do seu passado. O meia podia treinar e jogar pelo clube, mas tinha que retornar à prisão para dormir e só tinha condições de viajar para fora do Rio mediante autorização da Justiça.

\"Tive poucas chances no Botafogo, mas lá muitas portas foram abertas para mim. Agradeço muito a todos que me ajudaram quando estive jogando lá, já que foi o meu primeiro clube depois da minha saída da prisão\", afirmou Hernande.

Depois de sua passagem pelo time alvinegro carioca, Hernande passou quatro anos atuando pelo Teresópolis Futebol Clube e teve uma passagem rápida pelo Volta Redonda até chegar ao Silva Jardim, da segunda divisão do futebol do Rio. Destaque da sua equipe desde o ano passado, o jogador confessou que ainda sonha em brilhar novamente por um grande clube.

\"Meu objetivo pessoal é me destacar no campeonato da segunda divisão do Rio pelo Silva Jardim e depois retornar a um clube de grande porte. Tenho isso como um objetivo e um grande sonho, que é fazer aquilo que fui impedido. Vou tentar recuperar pelo menos um pouco do tempo perdido\", concluiu Hernande.

Tags