Em jogo polêmico, Vasco empata com o Santos e está eliminado da CB

Em 21/09/2016 23:49
 
ÉdersonÉderson
Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

 O Santos empatou com o Vasco por 2 a 2 nesta quarta-feira, em São Januário, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e deixou o Rio de Janeiro classificado para a próxima fase. Isso porque a equipe santista venceu a partida de ida, na Vila Belmiro, por 3 a 1.

Copete e Rodrigo (contra) marcaram os gols que classificaram o Santos. O Vasco ficou perto de levar a decisão da vaga para os pênaltis ao fazer 2 a 1, mas sofreu gol de empate no contra-ataque no final da partida.  Agora, o Santos aguarda o sorteio da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) na próxima sexta-feira para saber o seu adversário nas quartas de final da Copa do Brasil.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Santos volta a campo no próximo final de semana. Quarta colocada na competição, a equipe santista encara o Sport, sábado, às 18h30 (de Brasília), na Ilha do Retiro, em Pernambuco. O Vasco, por sua vez, entra em campo no mesmo dia, mas pela Série B do Brasileiro. O time carioca enfrente o Atlético-GO, às 16h30 (de Brasília), em São Januário.  

Quem foi bem: Campeão olímpico ataca de 'garçom' e é decisivo

O volante Thiago Maia, campeão olímpico na Rio-2016 com a seleção brasileira, foi o responsável por uma bela jogada que culminou no gol do Santos, marcado por Copete. Maia puxou contra-ataque no primeiro tempo e cruzou para o colombiano abrir o placar. Além disso,Thiago Maia foi bem na marcação do jogador mais perigoso do Vasco - o meia Nenê. 

Quem foi mal: Agressivo e lento, Diguinho é substituído no intervalo

Diguinho correu atrás dos meias do Santos – Lucas e Vitor Bueno – durante todo o primeiro tempo. O volante só parava os santistas fazendo faltas. Em um delas, o vascaíno fez uma falta "digna" de cartão vermelho em Lucas Lima, mas só foi advertido com o cartão amarelo. Preocupado com a atuação do volante, Jorginho o sacou no intervalo de jogo.

Rodrigão 'erra todas' e mantém jejum de gols

O atacante Rodrigão chutou com a canela e isolou a bola em poucas oportunidades que teve contra o Vasco. Com isso, o centroavante soma um jejum de gols de mais de dois meses. O último gol de Rodrigão ocorreu na vitória do Santos por 3 a 0 contra a Chapecoense, no dia 3 de julho, pela 13ª rodada da competição. Mal contra o Vasco, ele foi substituído por Joel aos 20 minutos do segundo tempo. 

"Cirúrgico", Santos esfria o Vasco com gol de Copete

O Santos marcou pressão no início do jogo e dificultou a saída de bola do Vasco, que errava muitos passes. Em uma das bolas roubadas, Thiago Maia arranca pela direita e cruza para a grande área, Rodrigão não alcança a bola, mas o goleiro Martín Silva também fura, e a bola sobrou para Copete abrir o marcador. Após o gol, a equipe santista recuou a marcação e só assustou o Vasco em uma cobrança de falta de Lucas Lima. O clube paulista teve a chance de "matar" o duelo no segundo tempo, quando teve quatro atletas contra um do Vasco dentro da área e viu Joel desperdiçar o gol. No contra-ataque, o Vasco fez o segundo gol. Mas Joel se redimiu ao cruzar a bola para Lucas Lima e ver Rodrigo desviar contra para empatar o jogo para o Santos. 

Vasco abusa dos lançamentos e aposta tudo em Nenê

O Vasco abusou dos lançamentos para os seus atacantes – Junior Dutra e Ederson. Em um deles, Ederson pegou de primeira e quase fez o gol, acertando a rede pelo lado de fora. Sem criatividade e qualidade na saída de bola, o time carioca apostou tudo em sua "estrela", o meia-atacante Nenê. Quase deu certo, pois o camisa 10 marcou um belo gol no primeiro tempo. Na segunda etapa, o Vasco aproveitou contra-ataque e marcou o segundo gol com Ederson. No entanto, o Vasco não teve forças para buscar o terceiro gol, que levaria a decisão da vaga para os pênaltis, e sofreu o empate no contra-ataque.

Santos mantém jejum de mais de 10 anos em São Januário

Apesar da classificação, o Santos mantém jejum de mais de dez anos sem vencer em São Januário. A última vitória do alvinegro praiano no estádio do Vasco ocorreu no dia 26 de outubro de 2005, quando a equipe santista venceu por 3 a 1, pelo Campeonato Brasileiro. Depois disso, o Santos empatou apenas duas vezes (com o jogo desta quarta-feira) e perdeu seis partidas em São Januário. 

VASCO 2 X 2 SANTOS

Data e hora: 21/09/2016, quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Auxiliares: Leirson Peng Martins e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
Público: 17.393
Renda: R$ 469.245,00
 
Gols: Copete aos dez minutos (Santos), Nenê aos 24 do primeiro tempo (Vasco) e Ederson aos 25 minutos e Rodrigo (contra) aos 38 minutos do segundo tempo
 
Cartões amarelos: Diguinho (Vasco); Rodrigão (Santos). 
 
Cartão vermelho: Andrezinho (Vasco)
 
Vasco
Martin Silva; Pikachu, Luan, Rodrigo e Julio Cesar (Alan); Diguinho (Madson), Douglas, Andrezinho e Nenê; Júnior Dutra (Thales) e Ederson
Técnico: Jorginho
 
Santos
Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Thiago Maia, Lucas Lima e Vitor Bueno; Copete e Rodrigão (Joel).
Técnico: Dorival Júnior