São Januário é território hostil para os rivais na Libertadores

07/02/2018 às 13h45 - FUTEBOL

Inaugurado em 21 de abril de 1927, São Januário é a casa do Vasco da Gama e um território hostil para os times adversários. Na noite desta quarta-feira (07/02), quase seis anos depois, a Colina Histórica voltará a receber uma partida de Conmebol Libertadores. A partida entre o Cruzmaltino e o Universidad Concepción (CHI) será a de número 30 do estádio na principal competição do continente.

Campeão Sul-Americano em 1948, o Almirante fez sua estreia no Caldeirão na Conmebol Libertadores na temporada de 1975, logo após conquistar o Brasil pela primeira vez para o futebol do Rio de Janeiro. Na ocasião, o Gigante da Colina acabou sendo eliminado de forma precoce, porém não foi superado por nenhuma equipe dentro do Caldeirão. O mesmo aconteceu nas edições de 1980 e 1990.

Em 1998, ano do centenário vascaíno, a campanha em São Januário foi espetacular. A conquista do Bi da América passou muito pelo retrospecto excelente dentro da Colina História. Em sete partidas, o Cruzmaltino empatou uma e venceu seis, incluindo os duelos de ida da semifinal e da final, diante das equipes do River Plate (ARG) e do Barcelona de Guayaquil (EQU), respectivamente.

Considerando todas as suas participações na Conmebol Libertadores, o Cruzmaltino atuou em 29 oportunidades no Caldeirão. São 18 vitórias, seis empates e apenas cinco derrotas, o que significa dizer que o Almirante conquistou aproximadamente 70% dos pontos que disputou em sua casa. Uma curiosidade é que o Vasco da Gama jamais perdeu para uma equipe chilena em São Januário pela Conmebol Libertadores. 

Nomes como Roberto Dinamite, Mauricinho, Bebeto, Sorato, Pedrinho, Ramon, Juninho Paulista, Juninho Pernambucano e Dedé já balançaram as redes pelo Gigante na Colina. Nenhum outro jogador, porém, marcou mais vezes que Luizão. Destaque na conquista do Bi da América, o atacante é o maior goleador de São Januário na Conmebol Libertadores, com sete gols. Donizete, com quatro, e Romário, com três, aparecem logo atrás.

Lista de jogos do Vasco em São Januário pela Conmebol Libertadores:

23/03/1975- Vasco da Gama 1 x 1 Cruzeiro
06/04/1975- Vasco da Gama 0 x 0 Deportivo Cali (COL)
10/04/1975- Vasco da Gama 2 x 0 Atlético Nacional (COL)
27/04/1980- Vasco da Gama 4 x 0 Deportivo Galícia (VEN)
30/04/1980- Vasco da Gama 1 x 0 Deportivo Táchira (VEN)
02/08/1985- Vasco da Gama 1 x 2 Argentinos Juniors (ARG)
30/08/1985- Vasco da Gama 0 x 2 Ferro Carril Oeste (ARG)
18/04/1990- Vasco da Gama 0 x 0 Grêmio
24/04/1990- Vasco da Gama 2 x 0 Cerro Porteño (PAR)
27/04/1990- Vasco da Gama 1 x 0 Olímpia (PAR)
08/08/1990- Vasco da Gama 0 x 0 Colo Colo (CHI)
26/03/1998- Vasco da Gama 3 x 0 Grêmio
03/04/1998- Vasco da Gama 2 x 0 Chivas Guadalajara (MEX)
09/04/1998- Vasco da Gama 1 x 1 América (MEX)
15/04/1998- Vasco da Gama 2 x 1 Cruzeiro
06/06/1998- Vasco da Gama 1 x 0 Grêmio
16/07/1998- Vasco da Gama 1 x 0 River Plate (ARG)
12/08/1998- Vasco da Gama 2 x 0 Barcelona de Guayaquil (EQU)
21/04/1999- Vasco da Gama 2 x 4 Palmeiras
05/04/2001- Vasco da Gama 2 x 1 Peñarol (URU)
12/04/2001- Vasco da Gama 4 x 1 América de Cali (COL)
21/04/2001- Vasco da Gama 3 x 2 Deportivo Táchira (VEN)
16/05/2001- Vasco da Gama 1 x 0 Deportes Concepción (CHI)
23/05/2001- Vasco da Gama 0 x 1 Boca Juniors (ARG)
08/02/2012- Vasco da Gama 1 x 2 Nacional (URU)
06/03/2012- Vasco da Gama 3 x 2 Alianza Lima (PER)
21/03/2012- Vasco da Gama 2 x 0 Libertad (PAR)
02/05/2012- Vasco da Gama 2 x 0 Lanús (ARG)
16/05/2012- Vasco da Gama 0 x 0 Corinthians

*29 jogos, 18 vitórias, 06 empates e 05 derrotas

Os maiores artilheiros do Vasco em São Januário pela Conmebol Libertadores:

Luizão- 07 gols
Donizete- 04 gols
Romário- 03 gols
Alecsandro- 03 gols
Juninho Pernambucano- 02 gols
Viola- 02 gols
Perivaldo- 02 gols
Mendonça- 02  gols

Fonte: Site oficial do Vasco