Sempre Vasco publica nota sobre jogo entre Vasco x Santos

Em 22/09/2016 08:20
 

GARFADOS MAIS UMA VEZ

A torcida compareceu. A carga de ingressos se esgotou, mesmo com os cambistas agindo no Portão 5. O clima era de otimismo.

Em uma noite chuvosa e contra uma boa equipe adversária, o time do Vasco se entregou em campo e fez uma bela partida. Contudo, esbarramos no trio de arbitragem. Faltas invertidas, pênaltis não marcados, gol irregular,..., o Vasco foi "operado sem anestesia" em pleno São Januário. Ao final da partida, o empate eliminou o Vasco da Copa do Brasil.

Desde o dia que o tal do "respeito voltou" somos garfados. No Brasileiro do ano passado, depois de apenas 13 pontos no primeiro turno com Celso Roth no comando da equipe, no momento que era preciso reagir, o homem do apito estava lá para garantir que não venceríamos. Agora, os árbitros, com a maior cara dura, "esfaqueiam" o Vasco na nossa casa.

Tínhamos totais condições de reverter o resultado da primeira partida na Baixada Santista, mas não tivemos alguém para defender o Vasco. O atual presidente, que disse que com "ele o Vasco não seria mais (sic!)" roubado deu mais uma pedalada moral na torcida. O filho do presidente, dublê de assessor não remunerado (sic!) e homem forte do futebol - que dividiu o poder com o "afastado" (escanteado?) VP de Futebol - não foi tão forte assim e também não defendeu o Vasco.

Nos bastidores somos chacota, igual ao tempo do Dinamite. Se antes éramos garfados no Carioca por causa das ditas "forças da Federação de Futebol", atualmente somos no Brasileiro, na Copa do Brasil. Não será nenhuma surpresa se na Flórida Cup o "apito amigo" apareça e ninguém seja capaz de nos defender.

Parabéns aos jogadores que lutaram e não desistiram. Parabéns para a torcida que incentivou e acreditou.

Não aguentamos ser mais garfados!

Procura-se o respeito!

#sempreaoladodovasco

Fonte: Facebook Quem É Vasco é SEMPRE VASCO