Sub-20: Paulo Vitor revela inspiração em Gabriel Jesus

20/04/2017 às 08h58 - CATEGORIAS DE BASE

Tratado como promessa no sub-20 do Vasco, Paulo Vitor vinha atuando como frequência nas pontas, ajudando na marcação. Mas uma mudança neste ano, durante a Copa São Paulo de Juniores, fez diferença para o garoto. Posicionado como centroavante, ele subiu de rendimento, passou a fazer mais gols e virou artilheiro da equipe, com 12 gols na temporada. Contra o São Paulo, nesta quinta-feira, às 15h (de Brasília), em São Januário, ele será uma das armas no duelo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Para se adaptar à nova função, Paulo Vitor se inspirou em Gabriel Jesus. Assim como o garoto do Vasco, o atacante do Manchester City não tem o biótipo tradicional de um centroavante. Mas, com habilidade e velocidade, se destacou na função.

- Eu me espelho no Gabriel Jesus. É um cara que não tem tanto corpo, mas possui habilidade, é rápido. Ele já mostrou na Seleção que pode ir bem jogando ali. O professor Marcus Alexandre sempre brinca comigo dizendo: "Já viu o Gabriel jogando nessa posição? É aquilo que eu quero que você faça. Então, vai lá e joga” – contou Paulo Vitor.

Mas a lista de referências do garoto de 17 anos é extensa: vai de Romário, Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho até Luis Fabiano, passando por Willian, do Chelsea, Fred, do Shakhtar, e os gringos Messi e Cristiano Ronaldo. Apesar de hoje ser centroavante, ele também atuou em outras funções.

- Joguei nessa posição na maioria dos campeonatos que disputei no sub-17. Fui adaptado pelo professor Marcus Alexandre, que confia no meu potencial. Como já trabalhou comigo, ele sabia que eu poderia dar um bom retorno ali. Já joguei em diversas posições, como meia, atacante de lado, lateral-direito e até mesmo lateral-esquerdo com a perna trocada. Sou um jogador que sempre buscará atuar na posição que o time precisar. Estou sempre disposto a ajudar o Vasco e meus companheiros.

A veia artilheira de Paulo Vitor virou até comemoração especial do jogador nos torneios que disputou neste ano. As mãos nos olhos, como se fossem lentes, são como um recado do menino: fiquem de olho nele.

- É por conta de uma brincadeira que os meus companheiros faziam comigo. Eles sempre brincavam dizendo: “Fica de olho, o tal de PV está brocando". Escutava isso todo jogo, todo dia no vestiário, então resolvi passar a comemorar os gols dessa forma (risos). Tem dado sorte, graças a Deus – contou.

Em boa fase, Paulo Vitor foi convocado para a seleção sub-20 nesta semana. Participará de uma semana de treinos na Granja Comary, como preparação para o Torneio de Toulon, na França, em maio. Não foi seu primeiro chamado, mas, mesmo assim ele não acreditou.

- Fiquei sabendo pelos meus amigos, como o Andrey e o Lorran. Eu não acreditei, achava que eles estavam zoando. Só fui acreditar que havia sido convocado quando o clube me comunicou. Tinha ido ano passado numa convocação para a seleção sub-18 porque um atleta tinha se machucado. O Vasco me avisou e tive que arrumar a bolsa com pressas para me apresentar no hotel. Fui lá e dei o meu melhor.

Fonte: GloboEsporte.com

Enquete

Quem você quer que seja o novo presidente do Vasco?