Thalles: Ex-titular na seleção Sub-20, agora encostado e acima do peso

05/01/2018 às 23h49 - FUTEBOL

A paciência acabou. Foram inúmeras as chances dadas para que se readequasse. Conversas particulares, reprimendas mais sérias e até um regime de spa, mas Thalles não aproveitou as oportunidades e é carta fora do baralho do Vasco neste início de temporada. O atacante se reapresentará ao clube na semana que vem e ficará treinando separadamente com o zagueiro Jomar e o lateral direito Bruno Ferreira, estes dois últimos por opção técnica. 

A ideia é que Thalles seja emprestado, mas até o momento não há uma proposta oficial pelo jogador, que tem contrato com o Vasco até dezembro de 2019. 

Desde que se profissionalizou, no fim de 2013, o atacante de 22 anos colecionou polêmicas. Tido como promessa das divisões de base, chegou a ter bons momentos no time de cima, mas sua vida extracampo acabou atrapalhando. 

Com problemas com a balança, se tornou um desafio para a preparação física do Vasco, que tentava baixar os mais de 100 kg que ele chegou a pesar em muitos momentos. 

Os excessos na noite, geralmente em bailes funk, também se tornaram constantes. No fim de 2017, circularam fotos na internet em que, supostamente, o jogador está sob posse de uma arma, conforme informou em dezembro o blog do jornalista Léo Dias. 

As tentativas de readequação foram diversas. A mais emblemática no período do técnico Milton Mendes, quando Thalles foi colocado sob um regime de spa, trancafiado no hotel onde o Vasco se concentra sob a marcação dura de uma nutricionista, um preparador físico, um fisiologista e até um segurança para evitar as escapulidas. Para amenizar, o clube permitiu a companhia da namorada, mas suas evoluções sempre acabaram sendo apenas por pouco tempo. 

Antes de Milton, Jorginho também já havia feito uma cobrança pública nos microfones, pedindo uma postura mais profissional do jovem quando ele não se apresentou a uma concentração do time. 

Com Zé Ricardo, mais recentemente, sequer foi relacionado para o banco de reservas, mesmo com a lesão de Luis Fabiano e a falta de um homem de área. O UOL Esporte tentou entrar em contato com o empresário do atleta, Pedro Pereira, mas o mesmo não foi encontrado. 

Sondagem de gigantes e multa de mais de R$ 100 mi 

Atacante de perfil finalizador e com potencial para ter um bom porte físico, ele era tido no Vasco como um dos principais ativos do clube e nutria a esperança de render um bom retorno financeiro para São Januário. Em seu "auge" no profissional, recebeu sondagens de gigantes ingleses como Arsenal, Chelsea, Liverpool e Manchester United, além do Napoli, da Itália, tão logo foi campeão do Torneio de Toulon (FRA) com a seleção brasileira sub-20 quando se destacou. 

Por conta disso, o Cruzmaltino renovou seu contrato e chegou a estipular uma multa de mais de R$ 100 milhões. 

Gabigol foi seu reserva na seleção sub-20 

Seu início era tão promissor que, por exemplo, Gabigol, revelado pelo Santos e hoje no Benfica (POR), era seu reserva na seleção brasileira sub-20. Porém, enquanto o atacante do clube português decolou no time santista, fato que o fez ser comprado pela Inter de Milão (ITA), Thalles viveu seus altos e baixos, até chegar à situação de não ser aproveitado nesta temporada. 

Fonte: UOL