Torcedores "abraçam" o Vasco em Manaus, mesmo após derrota do time

Em 05/10/2016 16:21
 

O líder caiu, mas caiu de leve. Com grande potencial de ressureição. Depois de um 3 a 1 indigesto para o Paysandu, em Belém, o Vasco desembarcou em Manaus, na tarde desta quarta, para o próximo jogo da Série B, contra o Londrina, no sábado. A torcida, tão confiante na campanha quase irretocável do clube cruz-maltino, ignorou qualquer passado recente e fez questão de mostrar apoio no aeroporto da capital amazonense, com direito a festa, protesto, e xavequinho em cima de jogador. 

Por precaução, a segurança do aeroporto organizou um corredor protegido por grades que ia da porta do desembarque ao embarque ao ônibus. Com isso, o contato entre jogadores e torcida não seria dos mais fervorosos. Mas bastou o avião pousar, que os vascaínos tomaram o saguão. Entoados por leves protestos e mensagens de apoio, recepcionaram comissão e jogadores e, em troca, ganharam chuva de autógrafos e selfies. 

Luan, em disparado, foi um dos mais festejado. Junto com o técnico Jorginho. Pikachu, também, ganhou tanta festa, que saiu com marquinha de batom no cangote. Jorge Henrique, reserva nesta terça, por outro lado, não fez sucesso. Passou pelo corredor bem xingado e voou para dentro do ônibus. Nenê, que está no Rio, não viajou com o elenco. 

O Vasco enfrenta o londrina neste sábado, na Arena da Amazônia, às 18h30 (horário de Brasília), pela 30ª rodada da Série B.