Vasco começa a ter uma ideia mais clara de seu caminho em 2018

15/12/2017 às 08h15 - FUTEBOL

Vasco começa a ter uma ideia mais clara de seu caminho internacional em 2018. O time está confirmado na segunda fase da pré-Libertadores e, caso as regras de ordenamento não mudem, ficará no pote 1 do sorteio. Assim, é possível projetar os possíveis adversários cruz-maltinos.

O principal deles é o Olimpia, do Paraguai. Curiosamente, este é o ex-time de Martín Silva, que se destacou pela equipe no vice-campeonato da Libertadores em 2013. O Decano estreia ainda na primeira fase e, caso avance, estará no pote 2. Na mesma situação está o Universitario, do Peru, outro clube de certo nome na América do Sul.

O caminho do Vasco pode incluir até um argentino, mas isso não está confirmado. O Banfield depende da definição do representante boliviano (Jorge Wilstermann, San José e Blooming disputam a vaga) para saber em qual pote estará.

Caso Wilstermann ou San José se classifiquem, os argentinos poderão enfrentar o Cruz-Maltino. Se for o Blooming, o Banfield fica no pote 1, e a equipe da Bolívia aparece como potencial rival do Vasco.

No atual ranking da Conmebol, estes seriam os possíveis adversários do Vasco:

A depender do pote: Banfield (Argentina) e Blooming (Bolívia);

Garantidos no pote 2 da segunda fase: Melgar (Peru), Carabobo (Venezuela), Santiago Wanderers (Chile) ou Universidad Concepcion (Chile) - estes dois últimos disputam vaga a ser definida no dia 20 de dezembro.

Provenientes da primeira fase: Oriente Petrolero (Bolívia), Macará (Equador), Olimpia (Paraguai), Universitario (Peru), Montevideo Wanderers (Uruguai) e Deportivo Tachira (Venezuela).

Ranking da Conmebol

As projeções feitas pelo GloboEsporte.com levam em conta o ranking da Conmebol, que ainda não foi atualizado com os resultados deste ano. Mesmo contabilizando os pontos da atual temporada, pouca coisa deve mudar.

No ranking, o Vasco é o 53º - leva-se em conta o desempenho recente na competição, o histórico nela e os títulos nacionais dos últimos 10 anos. Na lista, há cinco clubes acima do Cruz-Maltino: Nacional, Santa Fé, Independiente Del Valle, Guarani e Unión Española.

Como funciona

A pré-Libertadores tem três fases. Na primeira, seis equipes se enfrentam, com três avançando para a segunda - onde o Vasco começa. É aí que há a divisão entre potes, com os oito melhores classificados presentes em um; no outro, ficam os demais classificados e mais aqueles que vieram da primeira fase, independente de sua posição no ranking.

Na terceira fase, já sem divisão por potes, sobram oito clubes, dos quais quatro chegam à fase de grupos. Todos os duelos são mata-mata, com ida e volta.

Fonte: GloboEsporte.com