Vasco comemora mais opões e esperança de evolução ofensiva

09/11/2017 às 08h13 - FUTEBOL

Os empates com Coritiba, Flamengo e Vasco haviam deixado um gosto de frustração na torcida cruz-maltina, mas o desempenho na vitória de virada sobre o Santos por 2 a 1, dentro da Vila Belmiro, fez voltar o sentimento de que a briga por uma vaga na Libertadores é real. E há diversos motivos para isso:

Maior invencibilidade no ano

A equipe chegou a nove jogos sem perder no comando de Zé Ricardo, sua melhor série nesta temporada - são quatro vitórias e cinco empates. Esta competitividade será importante para o Vasco na sequência que terá pela frente, com jogos considerados complicados contra São Paulo e Atlético-MG em casa, e Atlético-PR e Cruzeiro fora do Rio. No returno, o time está em quarto lugar, atrás de Botafogo, Sâo Paulo e Cruzeiro.

- Quando a gente chegou, muita gente falava de rebaixamento. Passávamos por muitos problemas e a gente entendia. Sabemos que podemos fazer mais. Cada jogo é uma dificuldade muito grande. Temos cinco jogos e vamos brigar pau a pau. Vamos para casa com o sentimento de dever cumprido, mas já nos preparando para o jogo contra o São Paulo em casa - disse Zé Ricardo.

Melhor defesa do returno

Desde que assumiu o comando do Vasco, Zé Ricardo teve como prioridade melhorar o sistema defensivo do time, que levava muitos gols e, consequentemente, oscilava muito no campeonato. Ele conseguiu, apesar de alguns problemas, como as ausências de Anderson Martins e Martín Silva contra o Santos, além de Ramon, que não joga mais este ano. A zaga cruz-maltina é a menos vazada do returno - levou apenas 11 gols, ao lado de Grêmio e Chapecoense.

Equipe menos derrotada no returno

Outro número que comprova a evolução vascaína no segundo turno é o fato de ter sido o time que menos perdeu neste período - apenas duas vezes. É verdade que o Vasco também é a equipe que mais empatou, ao lado do Santos - seis vezes. Consequência de um sistema defensivo forte e um ataque que ainda busca seu melhor encaixe.

Mais opões e esperança de evolução ofensiva

Na partida contra o Santos, Zé Ricardo optou colocar Paulinho no time titular. O jovem de 17 anos teve uma boa atuação e provou que o treinador pode contar com ele. Evander também teve uma oportunidade e se deu muito bem. Ele entrou no lugar de Jean, atuando com uma volante, e melhou a qualidade técnica na saída de bola, além de ter chegado na frente para finalizar. Finalizou quatro vezes e marcou um belo gol. O jogador estava há algum tempo sem ter uma chance e agora pode ganhar mais espaço em uma posição que Zé Ricardo ainda busca a formação ideal.

Contra o São Paulo, Luis Fabiano estará de volta após cumprir suspensão. Ainda não está confirmado o retorno de Wagner, que está em processo de recondicionamento físico e seria mais uma alternativa para reforçar o setor de criação.

Vasco e Sâo Paulo se enfrentam neste domingo, às 17h, em São Januário. A equipe cruz-maltina está na oitava posição com 48 pontos.

Fonte: GloboEsporte.com