Vasco e Botafogo fizeram 15 gols em três confrontos

02/04/2018 às 08h20 - FUTEBOL

Com as defesas estrelando lances bizarros, dignos de um baile dos horrores, o primeiro tempo terminou 2 a 2. Renatinho recebeu presente do Paulão e fez 1 a 0 para o Botafogo. Pikachu (em dois minutos fez dois gols, virando o jogo para o Vasco, mas Brenner empatou aos 44 minutos. No segundo tempo, as chances continuavam alternadas com oportunidades perdidas. Valentim mandou Pimpão para o lugar de Leo Valencia, que deixou o campo furioso. Brenner, substituído por Kieza, também saiu reclamando. Alberto Valentim precisa domar seus meninos. Com o desgaste natural até em função do calor, o jogo caiu em entusiasmo. Kieza chegou a marcar, mas estava impedido. Nos dois jogos anteriores cada um havia vencido por 3 a 2. Mas, nos acréscimos, aos 48, Andrés Ríos definiu após escanteio, fechando em 3 a 2 para o Vasco. Quinze gols em três confrontos. De falta de gols ninguém poderá reclamar. Decisão domingo, no Maracanã, Vasco com a vantagem do empate.

PARECE ATÉ CHORO DE PERDEDOR

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), por meio de seu Departamento Técnico, apresentou uma sugestão mais simples como fórmula de disputa do Campeonato Carioca. Os clubes optaram por alterar e aprovaram a que foi utilizada. A Ouvidoria da Federação abriu para vistas e ponderações pelo prazo de 20 dias. Ninguém se manifestou. Depois da disputa aparecem os derrotados para tentar desviar para o regulamento a culpa pelos insucessos dentro de campo, puro chororô de perdedor.

PEDALADAS

Corinthians poderá ser punido pelo uso de sinalizadores pela torcida no jogo de sábado com o Palmeiras, no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista, no Itaquerão. Torcedor pode ser barrado por estar com um cortador de unhas no bolso, enquanto outros entram com sinalizadores, fogos e até bombas caseiras.

Vidente baiano diz que a Seleção Brasileira não ganhará a Copa do Mundo na Rússia e que o Lula não vai ser preso. O que mais será que ele sabe?

BOLA DENTRO

Para quem gosta de emoções, o Cariocão é um prato cheio na reta final. Domingo, o Vasco entrará com a vantagem do empate, e o campeão receberá R$ 22 milhões. Além da Taça.

BOLA FORA

O Cruzeiro do técnico Mano Menezes, tão elogiado por todos, tomou uma chinelada histórica de 3 a 1 do Atlético-MG no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro.

Fonte: O Dia