Vasco é goleado pelo Cruzeiro por 4 a 0 e dá adeus a Libertadores

02/05/2018 às 23h39 - FUTEBOL

O Vasco precisava da vitória para seguir vivo na Libertadores. Porém, muito abaixo da média, o Cruz-Maltino perdeu por 4 a 0 para o Cruzeiro e deu adeus a competição. Com muitas brigas na arquibancada entre os torcedores Vascaínos, São Januário ficou marcado por uma confusão feia. A torcida, que no começo apoiava incondicionalmente, acabou ficando calada e sem acreditar no que estava acontecendo na sua própria casa.

O Vasco parecia bem nos primeiros minutos de jogo. Thiago Galhardo apareceu pela direita e chutou, mas Fábio fez a defesa. O Cruz-Maltino começava com mais posse de bola e intensidade, o Cruzeiro só se defendia. Aos cinco minutos, Thiago Galhardo, novamente, arriscou o chute, mas Fábio defendeu. Na resposta, os mineiros abriram o placar em São Januário. Após uma cobrança de escanteio, a bola sobrou para Egídio, que fez o cruzamento. Léo chegou, em posição de impedimento, e mandou para o fundo da rede. O time carioca respondeu, Evander cobrou falta, Fábio saiu mal do gol, Werly mandou de cabeça e Dedé salvou o Cruzeiro. No rebote, a bola bateu na cabeça de Lucas Silva e foi em direção ao gol da Raposa, mas Lucas Romero, na linha, tirou.

Foi aos 24 minutos que tudo começou a dar errado para o Cruz-Maltino. Thiago Neves ampliou a vantagem do Cruzeiro no placar, após um cruzamento de Egídio. O Vasco que já estava sentindo o primeiro gol, passou a ficar pior com o segundo. O time de São Januário precisava vencer para avançar na Libertadores e com esse placar via o sonho ficar cada vez mais distante. Aos 32 minutos, Sassá marcou um golaço, o terceiro. Martín Silva estava adiantado no lance, de fora da área, o atacante encobriu o goleiro e ampliou o placar. Após o lance, a torcida Vascaína se revoltou e começou uma confusão generalizada na arquibancada. O jogo ficou paralisado por muitos minutos. Na volta, o Vasco tentou com Riascos, que driblou Fábio e mandou para a área, mas não tinha ninguém da equipe Vascaína.

No segundo tempo, o Vasco começou bem. Logo aos dois minutos, o Cruz-Maltino fez o goleiro Fábio trabalhar. Andrés Ríos recebeu um passe na entrada da grande área e chutou, Fábio fez uma ótima defesa. Na sequência, Ríos dominou e chutou, mas Lucas Silva fez a falta. Henrique cobrou uma ótima falta, mas Fábio espalmou. Aos cinco minutos, Riascos driblou a marcação e tentou o cruzamento, a bola foi direto e bateu na trave. No lance seguinte, Sassá fechou a porteira para o Cruzeiro. Em lançamento de Arrascaeta, Werly ficou com a bola, mas falhou, Sassá recuperou e driblou o zagueiro, o atacante só teve o trabalho de chutar para a rede.

Thiago Galhardo entrou na área e chutou, a bola passou longe do gol de Fábio. Na sequência, Ríos cobrou a falta, e Fábio fez uma bela defesa, mandando para escanteio. Na sequência, Pikachu cobrou escanteio, a bola sobrou para Andrés Ríos que tentou o chute, mas a bola foi para fora. Riascos dentrou da área chutou, mas Fábio, de novo, fez uma grande defesa.

Fonte: Super Radio Tupi