Vasco guarda boas lembranças do Atlético-MG no ano

15/11/2017 às 08h12 - FUTEBOL

Era apenas o terceiro jogo como profissional de Paulinho, 17 anos, promessa pouco conhecida do futebol brasileiro. Foram os dois gols marcados sobre o Atlético Mineiro, dentro do Independência, que garantiram a vitória para os cariocas, que colocaram definitivamente a joia no radar do país. Hoje, 19 rodadas depois, ele será novamente titular do Vasco contra o Galo, às 21h45, dessa vez em São Januário.

Será um reencontro com as boas lembranças de um atacante que, por incrível que pareça, já não é o mesmo de quatro meses atrás. Depois daquela partida inesquecível para o garoto, foram outras 11 pelo Vasco no Brasileirão, sete como titular. No meio tempo, foi titular e principal destaque da seleção brasileira que terminou em terceiro lugar no Mundial Sub-17.

O contexto em que Paulinho enfrenta o Atlético Mineiro também mudou. Na primeira partida, o Vasco ainda vivia a realidade de se garantir na Primeira Divisão. Hoje, a equipe entrará com a missão de vencer e entrar finalmente no grupo que se classifica para a Libertadores do ano que vem.

A matemática é simples: com os três pontos, o Vasco passará de uma só vez Botafogo e Flamengo na tabela. Os dois rivais jogarão amanhã, contra Atlético Goianiense e Coritiba, respectivamente. Se o Alvinegro perder e o Rubro-negro ser derrotado ou empatar, o time da Colina seguirá no G-7.

Sem Luis Fabiano

A má notícia é que Luis Fabiano dificilmente voltará a jogar este ano. O atacante foi a São Paulo fazer exames de revisão com o médico Renê Abdalla, responsável por operação no joelho direito do jogador. Com muitas dores, foi recomendado que passe o restante da temporada em tratamento.

A ressonância magnética a que foi submetida só deve ficar pronta amanhã. De toda forma, a intensidade da dor que Fabuloso sente já sinaliza que a recuperação não será tão fácil. Ele manca e não consegue treinar.

Fonte: Extra