Vasco liga o sinal de alerta com pressão do Botafogo em cima da arbitragem

20/03/2018 às 13h24 - FUTEBOL

s fraturas na perna do meia João Paulo após entrada dura de Rildo, no clássico do último domingo, criaram um clima diferente para o duelo desta quarta-feira, no Nilton Santos, pela semifinal da Taça Rio. Revoltados, jogadores, técnico e dirigentes botafoguenses foram a público pedir punição a Rildo e ao árbitro Leonardo Cavaleiro. No Vasco, a pressão foi vista como um alerta.

Zé Ricardo concedeu entrevista coletiva após o treino em São Januário (Foto: Fábio Cardoso)

Após o treino desta terça-feira, o técnico Zé Ricardo comentou o assunto. Ele voltou a lamentar a grave lesão de João Paulo e mostrou preocupação com o risco de o árbitro Wagner Nascimento Magalhães, responsável pelo clássico desta quarta-feira, ir para o jogo com pressão excessiva.

- Todos lamentamos a lesão do João Paulo. Sobre a arbitragem, entendo o lado do Botafogo, mas o jogo não pode ser focado nesse questionamento. Que o árbitro tenha tranquilidade. Certeza que o Botafogo não quer ser favorecido, e nós também queremos imparcialidade.

Rildo dá entrada violenta, tira João Paulo da partida e recebe apenas amarelo aos 4 do 1º

- Escutei o posicionamento do Anderson Barros e entendi. Também já tive atletas que ficaram um ano parado e não houve punição para arbitragem. Tem que ser bem colocado para que não sirva de bode expiatório. Reitero que lamentamos muito a lesão do João Paulo - completou o treinador.

A tendência é de que o Vasco tenha duas mudanças para esta quarta. Martín Silva está com a seleção do Uruguai para a disputa de amistosos e será substituído por Gabriel Félix. Rildo, com uma luxação no ombro, ficará fora por cerca de um mês. Paulinho entra na vaga. Com o elenco bastante desgastado, não está descartado que alguma alteração de última hora seja necessária.

A provável escalação é: Gabriel Félix, Pikachu, Paulão, Erazo e Henrique; Desábato, Wellington, Evander, Andrés Ríos e Paulinho; Riascos.

Sobre a ausência de Martín e a entrada do jovem Gabriel, Zé Ricardo afirmou que a confiança é grande que ele terá um bom desempenho.

- Ele entende que o clima de clássico é diferente, tem cabeça boa. É participativo, mesmo jogando poucas vezes. No fim do ano passado jogou três jogos, e este ano também. Ganhou mais experiência. É dar confiança, assim que ele vai amadurecer. Acho que vai bem na partida.

Como terminou a fase de classificação da Taça Rio em primeiro lugar no grupo, o Vasco tem a vantagem do empate contrao Botafogo, mas Zé Ricardo avisou que a estratégia será jogar no campo do rival em busca da vitória.

- É uma vantagem, mas só temos que imaginar ela nos momentos finais. Nós abrimos 2 a 0, e eles empataram no segundo tempo. É imprevisível. Temos que tentar pressionar e jogar no campo adversário, acho que é a melhor forma de conseguirmos a classificação.

Vasco e Botafogo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio Nilton Santos.

Fonte: GloboEsporte.com