Vasco possui a melhor defesa do returno do Campeonato Brasileiro

02/11/2017 às 08h17 - FUTEBOL

O sistema defensivo aterrorizou os torcedores do Vasco ao longo do primeiro turno do Brasileirão. Foram 30 gols sofridos em 19 jogos, rendendo o terceiro pior índice da competição.

O panorama mudou no returno. Ao lado do Santos, o Gigante da Colina tem a melhor defesa, com apenas nove gols sofridos em 12 rodadas disputadas.

O que estaria por trás da melhora do desempenho defensivo? O Torcedores.com listou abaixo algumas razões que ajudam a explicar isso. Confira!

1 – Entrada de Anderson Martins

Reforço mais comemorado pelos vascaínos, o zagueiro demorou um pouco para fazer a sua estreia já que precisou passar por um programa de recondicionamento físico após ter ficado um longo tempo parado no Catar. O primeiro jogo de sua segunda passagem não foi da maneira que esperava. O time foi derrotado pelo Bahia (3 a 0), na segunda rodada do returno. O revés em Salvador ocasionou a queda do técnico Milton Mendes.

Aos poucos, Martins foi mostrando todo seu potencial. É um jogador que traz muita segurança aos companheiros e que sabe se posicionar dentro do gramado. Seria titular na maioria dos clubes do Brasileirão.

2 – Chegada de Zé Ricardo

O ex-técnico flamenguista fez a sua estreia contra o Grêmio, em São Januário, com portões fechados. E a primeira impressão não poderia ter sido melhor: vitória por 1 a 0 contra um time que na época ocupava a vice-liderança. Já dava para perceber um Vasco melhor organizado em campo, com as linhas defensivas bem compactadas. Vale dizer que na rodada anterior, na vitória sobre o Fluminense (1 a 0), a equipe havia sido dirigida interinamente por Valdir Bigode.

3 – Esquema tático definido

Zé assumiu o Vasco e adotou o esquema 4-2-3-1. Ao contrário do antecessor, ele não promoveu mudanças radicais de um jogo para outro. Vale lembrar que na derrota para o Bahia (3 a 0), que acabou resultando na saída de Milton, o time iniciou a partida com um esquema diferente: o 3-5-2. Os jogadores não assimilaram a nova formação. No intervalo, com a desvantagem por 2 a 0, nascida de erros defensivos, o treinador retornou ao 4-2-3-1, porém, a mudança não surtiu o efeito. O Gigante da Colina sofreu mais um gol.

4 – A dupla ideal de volantes

Com o tempo deu para perceber que Jean e Wellington formam a melhor dupla de volantes. Ambos dão a sustentação necessária ao sistema defensivo. O primeiro foi o primeiro atleta do Brasileirão 2017 a chegar a marca de 100 desarmes.

Fonte: Torcedores.com