Vasco retorna ao Campeonato Carioca de Basquete após nove anos

Em 01/10/2016 08:52
 

Os últimos anos foram de monotonia para os amantes do basquete que acompanhavam o Campeonato Carioca da modalidade. Sem adversários de alto nível, o Flamengo atropelava os rivais em competições esvaziadas e construiu uma hegemonia invejável que o fez empilhar títulos. Levantou a taça nas últimas 11 disputas mas, nesta temporada, terá a volta do maior rival, o Vasco, visto pelos basqueteiros como o principal desafiante da primazia rubro-negra.

Depois de nove anos sem times adultos, o cruzmaltino volta à competição credenciado. A equipe garantiu o acesso ao NBB, o campeonato brasileiro de basquete, ao vencer a Liga Ouro, uma espécie de segunda divisão. Esta semana, durante a pré-temporada, os rivais disputaram em Fortaleza (CE) o Super Four Rio-Nordeste, com direito a vitória sobre o rubro-negro, na prorrogação (84 a 80). Na rodada seguinte, o triunfo sobre o anfitrião Solar Cearense (76 a 68) garantiu o título para a equipe de São Januário. Pelo Carioca, o aguardado clássico será na segunda-feira, às 20h, no Tijuca Tênis Clube, com torcida única do Flamengo, por decisão do Grupamento Especial de Policiamento de Estádios (Gepe). No duelo do segundo turno, apenas vascaínos estarão nas arquibancadas.

Presidente da Federação de Basquete do Estado do Rio de Janeiro (Fberj), Álvaro Leonides celebra o retorno da equipe bicampeã brasileira em 2000/2001 e dona de quatro títulos sul-americanos.

— No Rio, o basquete está atrelado à tradição dos clubes de futebol, e o retorno do Vasco é fundamental para impulsionar a modalidade. É uma pena que não tenhamos hoje na cidade um ginásio em condições de receber o espetáculo na plenitude, com duas torcidas — afirma Leonides.

Tradicionais palcos do esporte no Rio, a Arena da Barra e o Maracanãzinho ainda não foram liberados pelo Comitê Paralímpico Internacional. O dirigente espera poder contar com pelo menos um deles para as finais da competição. Também participam do Estadual Macaé e Botafogo.