Vasco será o único carioca a sair do Rio de Janeiro para uma intertemporada

18/06/2018 às 08h03 - FUTEBOL

Os clubes têm calendários e até objetivos diferentes pela frente, mas para todos o recesso servirá para ajustar as engrenagens para o restante da temporada. Seja com reforços, recuperação de jogadores lesionados, mudanças no time titular ou variações táticas, o certo é que a parada para a Copa será de muito trabalho.

O Alvinegro realizará um período de treinos de três semanas no seu complexo esportivo, o Estádio Nilton Santos. O técnico Alberto Valentim deu 10 dias de folga ao elenco, e pediu que os jogadores se desliguem do futebol nessas "mini-férias". A ideia no clube é que a equipe cresça física e taticamente, acertando alguns ponteiros, mas a palavra "descanso" é repetida como um mantra. Veja o plano do Botafogo na pausa para a Copa do Mundo!

Único dos cariocas na Libertadores, o Rubro-Negro tem outras preocupações para além do Campeonato Brasileiro. Com as saídas certas de Vinicius Junior e Felipe Vizeu, o clube irá ao mercado fazer reposições e também espera recuperar alguns jogadores tanto na parte física quanto mental. Líder no Brasileirão, o Fla quer azeitar a máquina que continuar nas mãos de Maurício Barbieri. Saiba as missões do Flamengo no recesso!

Com Brasileiro e Sul-Americana por disputar, o Tricolor terá folga até o dia 26. O período de descanso ganhou uma proiridade: definir o substituto de Abel Braga, que pediu demissão no último sábado. O retorno, inicialmente, dará ênfase aos treinos físicos, para recuperar ateltas desgatados e machucados. Depois, até dois amistosos devem ser disputados. A ideia da direção é, ao aproveitar o recesso, pagar os salários atrasados e contratar reforços.

O Cruz-Maltino será o único carioca a sair do Rio de Janeiro para uma intertemporada. Será a primeira oportunidade que Jorginho receberá para trabalhar com seus atletas após assumir a equipe no fim da maratona de dois jogos por semana. Confira a "cartilha da Copa" do Vasco!

Fonte: GloboEsporte.com