Vasco tem a 4ª maior torcida de Natal-RN, com 6,7%

Em 25/05/2012 10:37
 

Detalhamento da pesquisa:

Localidade: Natal/RN

Instituto: Índice Pesquisa

Amostra: 1.053 entrevistas, em abril de 2012;

Margem de erro: 3 p.p

Sede da Copa do Mundo de 2014. Um dos principais destinos turísticos do Brasil. Cidade de geografia estratégica e belezas pouco vistas. Eis Natal, nossa aprazível capital do Rio Grande do Norte. Há tempos sem um estudo que mensurasse a paixão do torcedor potiguar, o Blog Teoria dos Jogos trabalhou em busca de nova parceria – desta vez com o instituto Índice Pesquisa. Em meio a dunas e coqueiros, eis o mapeamento do balneário:

\"\"

Pule-de-dez: dá Flamengo em Natal. O Mais Querido do Brasil é dominante em todo o Nordeste, sendo a maior torcida em seis das nove capitais da região. Sendo assim, os 23,2% de rubro-negros garantem ao clube mais uma liderança folgada e fora da margem de erro.

Em seguida, percebe-se ainda haver força no futebol local. Com 16,6% das preferências, o ABC se solidifica como “O Mais Querido” entre os locais, tendo quase o dobro do rival América (9,4%). Percebam que o somatório de ambos supera a torcida do Flamengo em tamanho – algo que não se verifica em capitais vizinhas como João Pessoa. Por fim, surgem Vasco (6,7%), Corinthians (5,6%), São Paulo (4,5%), Palmeiras (2,8%), Botafogo e Santos (1,5% cada) e Fluminense (1,1%).

Por sexo:

\"\"

Apenas Corinthians e Palmeiras apresentaram mais mulheres em seus quadros. Entre homens, a quantidade de vascaínos frente ao bando de loucos é ligeiramente maior – tendo sido registrado um são paulino a mais que corintiano.

Por idade:

\"\"

Três processos são claramente verificados quando se analisa o perfil etário em Natal:

1) A torcida do Flamengo é cada vez maior. Pula de 16,4% (60 anos ou mais) para 32,4% entre jovens. Em suma, o dobro do tamanho – apontando para uma Natal mais rubro-negra nos próximos anos.

2) As torcidas paulistas crescem a olhos vistos. Corinthians (6,8%) e São Paulo (6,3%) ultrapassam o Vasco (5%). Santos (3,1%) descola de Fluminense (meros 0,4%) e Botafogo (1,8%).

3) Os clubes da cidade perdem força – em especial o ABC. Na comparação entre velhos e jovens, o alvinegro cai de 23% para 13,6%. Já o alvirrubro apresenta queda menos acentuada, de 13,1% para 9,5%.

O ABC perde para o Flamengo nas duas faixas mais jovens, empata na terceira (35 a 44 anos) e se torna a maior torcida da cidade em meio àqueles com mais de 45. Já o América é estável no terceiro posto, caindo apenas na faixa intermediária (35 a 44 anos), onde o Vasco é maior. Justamente desta faixa em diante que cruzmaltinos tornam-se maiores que paulistas, solidificando o quarto lugar no cômputo geral.

Um grande abraço e saudações!

últimas das colunas

todos os colunistas