Vasco tentará reconhecimento de título mundial de 1957

Em 15/06/2012 08:27
 

\"Centro

Nesta quinta-feira, o Vasco completa 55 anos da conquista do Torneio Intercontinental de Clubes, disputado em 1957, na França. Na ocasião, o time cruzmaltino derrotou o Real Madrid na decisão por 4 a 3. O adversário era considerado um dos melhores de todos os tempos e contava com nomes importantes como Di Stefano, Kopa, Mateos e outros craques.

“É um dia importante para o futebol vascaíno e nacional. Foi a primeira conquista de um clube brasileiro em solo europeu. Essa conquista abriu os olhos da imprensa européia para a habilidade, criatividade e essência dos brasileiros nos campos. Essa confirmação aconteceu justamente no ano seguinte, no Mundial de 1958. Quem acompanhava o Vasco naquela época tinha a percepção de que uma vitória seria bem possível como de fato aconteceu. O Real Madrid tinha uma verdadeira constelação com o Di Stefano no elenco e outros grandes atletas, mas é importante destacar que o time da Colina também tinha grandes jogadores como Vavá, Valter Marciano, Pinga... Não foi surpresa essa vitória”, afirmou João Ernesto, vice-presidente de Relações Especializadas do Vasco e diretor do Centro de Memória do Vasco.

\"CentroTaça do 1º Torneio Internacional de Paris

Apesar da força do time merengue atuando no Parc des Princes, em Paris, o Vasco demonstrou superioridade mesmo jogando pela primeira vez na Europa.

“Foi uma excursão vitoriosa. Além da decisão que vencemos também derrotamos o Racing de Paris (3 a 1). Foi uma esteira de sucessos. Foram 10 vitórias em dez jogos. Atuamos também no Tereza Herrera e conquistamos o troféu em uma decisão com o Atlético de Bilbao. Ainda vencemos um amistoso diante do Valencia e também o Barcelona por 7 a 2. Foi um marco para o futebol brasileiro”, disse.

João Ernesto também confirmou que nos próximos jogos em São Januário, o clube fará homenagens ao ano da conquista e mesmo com todas as dificuldades sonha com o reconhecimento do título mundial junto a maior entidade do futebol.

“Nos próximos jogos no Campeonato Brasileiro em São Januário faremos homenagens aos jogadores daquela época que ainda estão conosco e também daqueles que nos deixaram. Não podemos iludir o torcedor com bravatas. É um pleito muito difícil de ser alcançado. Estamos reunindo documentação que possa embasar isso junto a FIFA, mas não será fácil. Alguns clubes brasileiros também tentaram, mas tudo pode acontecer”, finalizou.

CONHEÇA A HISTÓRIA DO TORNEIO INTERNACIONAL DE PARIS

O Torneio Internacional de Paris foi criado em 1957, em comemoração aos 25 anos do Racing Club Paris. Na verdade, quem estava de aniversário era o departamento de futebol e não o clube, pois o Racing havia sido criado no ano de 1882.

O torneio também teria sido criado na época pelos franceses, com o intuito de organizar um grande campeonato internacional anual que envolvesse equipes do futebol europeu e sul-americano. A competição teve status de Torneio Intercontinental de Clubes de Futebol nas suas três primeiras edições, nos anos de 1957, 1958 e 1959, e houve grande repercussão na imprensa esportiva da Europa naquela ocasião.

Há vários documentos e matérias publicadas que foram publicadas em revistas e jornais franceses, que falam sobre a importância do Torneio de Paris de 1957, devido ao alto nível técnico das equipes, que contou inclusive com a participação do Real Madrid, que era considerada a melhor equipe de futebol do mundo, e que veio a alcançar o Tricampeonato Europeu naquele mesmo ano.

Para muitos jornalistas, aquela equipe do Real Madrid que disputou o Torneio de Paris no ano de 1957, é considerada até hoje a melhor equipe do Real Madrid de todos os tempos.

O torneio de Paris foi disputado até 1993, não sendo realizado entre os anos de 1967-1972, em 1974 e em 1990. Era disputado por 4 equipes, durante dois dias, sendo todas as partidas realizadas no Estádio Parc des Princes. Ocorria no final da temporada francesa entre 1957 e 1976, e no início da temporada francesa de 1977 a 1993. De 1957 a 1966, o Racing Club de France foi o organizador do torneio; o Paris Football Club organizou a competição do ano de 1973 e o Paris Saint-Germain entre 1975-93.

A primeira edição do torneio, em 1957, contou com a equipe anfitriã (Racing CF), além do alemão Rot-Weiß Essen (campeão alemão de 55), do espanhol Real Madrid (tricampeão europeu, na época) e do brasileiro Vasco da Gama (campeão carioca de 56 e considerado naquele momento a melhor equipe da América do Sul).

Na final, que contou com um público aproximado de 40 mil espectadores, e com a presença do xá e da imperatriz do Irã no Parc des Princes, o Vasco terminou o primeiro tempo vencendo por 2 a 1, de virada, com gols de Valter e Vavá. Aos 8 minutos da etapa complementar, Mateos empatou para o Real Madrid, após passe do francês Raymond Kopa. O Vasco voltou a marcar aos 21 minutos, com Livinho, e aos 39, novamente com Valter. O Real Madrid descontou com Kopa, aos 44 do segundo tempo, e o Vasco foi campeão fazendo 4 a 3 na lendária equipe do argentino Alfredo Di Stéfano.

\"Centro
Jornal Mundo Deportivo destacou vitória do Vasco sobre o Real Madrid

últimas das colunas

todos os colunistas