Vasco tornou-se o primeiro clube brasileiro a utilizar a criosauna

12/08/2017 às 21h36 - CLUBE

A construção do CAPRRES (Centro Avançado de Prevenção, Reabilitação e Rendimento Esportivo do Vasco da Gama) configurou um dos passos importantes para a revitalização do Complexo Esportivo de São Januário. Isso porque o espaço, construído em parceria com a Brahma, se tornou referência no país e passou a oferecer aos atletas o auxílio de equipamentos de alta tecnologia.

O local foi equipado com aparelhos como câmera termográfica (possibilita uma avaliação de processos inflamatórios dos esportistas), piscina especial com recursos de inteligência e a esteira Alter G, idealizada pela Nasa, que permite que os jogadores corram com redução de 80% do peso, diminuindo o impacto e ajudando na recuperação, principalmente em períodos de muitas viagens.

Os instrumentos, montados em formato de 360 graus, dão aos profissionais uma visão ampla dos estágios do CAPRRES. Tudo foi pensado de maneira estratégica e inovadora. Além disso, o telhado do local foi pintado com uma tinta especial de polímetros de cerâmica, que bloqueia a passagem de raios UV em até 90%, impermeabiliza e reduz a temperatura e o consumo da energia no ambiente. 

A inauguração, realizada no dia 22 de julho de 2016, contou com a presença do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, além do vice-presidente Antônio Carlos Nunes e do diretor jurídico Carlos Eugenio. Rubens Lopes, presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), também esteve na celebração.

Na ocasião, o presidente Eurico Miranda exaltou o pioneirismo do clube e reforçou o orgulho em poder deixar um importante legado para o futebol cruzmaltino.

- Dizem que o Vasco é um clube tradicional, arcaico, mas o Vasco sempre está na frente. Esse é um grande passo que o clube dá. O futuro do futebol vai ser esse aqui. Você resolve mais fora de campo. Tem que dar condições para os profissionais, atletas. Quando nós imaginamos isso com o Alex, a primeira coisa que eu coloquei foi: fazer algo que não tenha similar em outro lugar. O que temos aqui é algo que você não encontra em outro clube. Uns têm algumas coisas, mas com certeza não têm todas. Tem outras máquinas chegando. A evolução é permanente e constante.

Como mencionado pelo presidente Eurico Miranda, o processo de evolução não parou na inauguração do CAPPRES. Neste ano, o Vasco se tornou o primeiro clube brasileiro a utilizar a CRIOSAUNA, equipamento desenvolvido para acelerar a recuperação dos atletas no pós-jogo. A tecnologia já vem sendo utilizada por clubes europeus e tem mostrado eficácia acima dos padrões, proporcionando uma recuperação completa em um procedimento de 3 minutos.

Idealizador do CAPRRES, o gerente científico Alex Evangelista agradeceu o investimento pelo pelo Vasco, assim como a confiança depositada em seu trabalho. O profissional ainda ressaltou a posição de destaque do projeto.

- Só tenho a agradecer a todos que acreditaram e apoiaram esse evento. Os jogadores do Vasco terão uma estrutura que, fora daqui, o máximo que vão encontrar é algo parecido, mas não melhor. Nossos jogadores não vão mais precisar deixar o clube para se cuidar, pois aqui terão tudo de melhor - avaliou na ocasião.

A palavra também foi dada a Sandro Leite, gerente de marketing esportivo da Ambev, parceira do Gigante da Colina em diversas melhorias realizadas em São Januário.

- O CAPRRES é um projeto de referência para o futebol mundial que fizemos questão de viabilizar em parceria com o Vasco. A obra inovadora reforça o compromisso que a Brahma tem de contribuir e promover um futebol brasileiro melhor, alinhando sempre os seus investimentos de patrocínio com o objetivo de deixar um legado importante nos clubes.

Fonte: Site Oficial do Vasco

Enquete

Quem você quer que seja o novo presidente do Vasco?