Veja as promessas quase cumpridas de Eurico Miranda

03/11/2017 às 08h08 - FUTEBOL

De 2014 até o fim do primeiro mandato, Eurico Miranda deu afirmações, assumiu compromissos e fez promessas como presidente do Vasco. Veja abaixo quais foram as quase cumpridas pelo presidente e receberam os selos "Quase Lá"ou "No Caminho", além da explicação para considerarmos cada uma das frases nessas categorias.

Eurico Miranda hasteia a bandeira do Vasco em cerimônia (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Quase Lá

FUTEBOL

O que Eurico prometeu?

06/11/14 - O Vasco tem que ter seus jogadores, como sendo jogadores do Vasco. Eles não podem ser jogadores fatiados, em que o Vasco tenha uma participação de 20%, de 30%. O Vasco tem que ter em todos os seus jogadores desde a base, no mínimo 60% de participação. Tem que ter parcerias, de investimentos externos, mas todos os jogadores do Vasco têm que ser primordialmente do Vasco. Coisa que não acontece hoje. (...) Eu disse e repito. Eu tenho compromissos. E os compromissos não são projetos. Com certeza nós vamos fazer.

O que aconteceu?

Apesar de ser lei contábil, o Vasco não divulga em seu balanço financeiro qual a porcentagem que detém de cada jogador em seu elenco. Segundo a diretoria, o clube tinha 100% dos direitos de praticamente todos os profissionais com contrato longo e 100% dos goleiros.

Atualmente é proibido que pessoas ou empresários sejam responsáveis pelos direitos econômicos de um mesmo jogador. O permitido é apenas que clubes sejam os donos dos atletas, mesmo que "fatiados" mais de duas vezes.

O que diz o presidente?

- Eu continuo afirmando, todos os jogadores são do Vasco. Da base, todos os jogadores são do Vasco. No profissional é a mesma coisa. Os jogadores que são do Vasco, são do Vasco. Aliás, eu devo informar a você, que hoje não tem percentual para um ou outro. Tem o percentual dividido entre os clubes, mas isso é outra coisa. Pode ser que você me fale de um jogador específico que você saiba se eu trouxe com essas condições eu trouxe antes. Eu não faria e não fiz.

===========================================================

REELEIÇÃO

O que Eurico prometeu?

20/12/16 - Eu vou (concorrer à eleição). Para acabar com especulação

14/09/17 - Eu vou permanecer no Vasco

O que aconteceu?

Sim, Eurico está efetivamente concorrendo à presidência do Vasco mais uma vez. Porém, ainda não dá para saber se ele vai permanecer no Gigante da Colina. O resultado sai somente em 7 de novembro, data da eleição.

Eurico Miranda vota na eleição que confirmou seu retorno ao comando do Vasco (Foto: André Durão)

SÓCIO-TORCEDOR

O que Eurico prometeu?

07/12/15 - O programa de sócio vai acontecer.

29/12/15 - No primeiro trimestre teremos, finalmente, o programa sócio-torcedor, que será amplo, moderno e à altura de uma torcida de dimensão nacional

Ao jornal "O Globo":

20/02/16 - O programa de sócio-torcedor, que o Vasco lançará em março e já tem 20 mil pré-cadastrados... é uma realidade.

O que aconteceu?

Eurico realmente lançou o programa de sócio-torcedor que prometeu em 2015. Atualmente, o clube tem quatro planos: Sempre ao Teu Lado; Amor Infinito; De Norte a Sul; e Almirantinho. Eles variam entre R$ 179,98 e R$ 9,98.

Porém, o programa não conta com grande engajamento dos vascaínos e é o quarto com maior número de associados entre os grandes do Rio de Janeiro, mesmo disparado com a segunda maior torcida dos times do estado. De acordo com o último levantamento do Movimento por um Futebol Melhor, o Vasco é o 18º clube com maior número de sócios-torcedores, atrás de times como Santo André e Remo, por exemplo.

O que diz o presidente?

- Os nossos números são verdadeiros, os dos outros eu não sei. Fizemos um acordo com a Brahma. Antes de lançarmos o nosso sócio-torcedor a gente limpou todo o cadastro do Vasco e não colocamos sócio-estatutário como sócio-torcedor. Com isso tiramos cerca de 17 mil pessoas. A Brahma disse que ia exigir que os outros limpassem, só que não exigiu. Nossa discussão com a Brahma é exatamente essa. Nós limpamos os nossos cadastros, os outros, não. Para conseguir esses números tem que perguntar para a Brahma, porque eles não tomaram a providência.

O GloboEsporte.com entrou em contato com a Brahma para saber o que eles tinham a dizer sobre as alegações do Vasco. Abaixo está a resposta da holding que controla a empresa de cerveja.

"A Cervejaria Ambev esclarece que a responsabilidade do fornecimento de informações à base de dados, seja de sócios-torcedores, de sócio estatutário ou patrimonial, é exclusivamente do clube de futebol, conforme as regras do seu programa. A Cervejaria Ambev sempre orienta que o clube envie a base adimplente dos participantes do programa de associação, pois somente esta deve ter acesso aos benefícios do Movimento por um Futebol Melhor."

No Caminho

BASE

O que Eurico prometeu?

06/11/14 - Tem que se fazer, e vai ser feito, um investimento e um controle no futebol especificamente na base do futebol, que é o futuro do Vasco. Não é projeto, passa a ser uma obrigação. Passa a ser uma necessidade. O Vasco tem a obrigação de investir e controlar a base. Não é só dizer que vai investir na base. A base tem uma série de requisitos que são necessários para que isso possa funcionar.

O que aconteceu?

Não está claro no balanço financeiro do Vasco se o clube realizou investimentos na infra-estrutura para as divisões de base, como alojamentos e afins. Porém, o clube de fato melhorou as instalações para seus garotos e isso é perceptível por quem frequenta São Januário.

Apesar disso, segundo o levantamento do Itaú BBA com base no balanço financeiro divulgado pelo Vasco, o clube comandado por Eurico “reduziu fortemente o aporte na base” em 2016. A transparência no balanço não é o forte do Cruz-Maltino (a empresa de auditoria do balanço afirma isso) porque não detalha o que é investido na base e o que vai para o profissional, inclusive as questões de infra-estrutura do clube.

Comparando com a gestão anterior, a média de investimento de Eurico na base está bem abaixo da que foi realizada no último mandato de Dinamite. O ex-presidente do Vasco investiu R$ 9 mi em 2012 e 2013 e R$ 12 mi no ano seguinte, com uma média de R$ 10 mi ao ano. Já o atual mandatário investiu apenas R$ 12 mi em 2015, com uma média de R$ 6 mi por temporada. Vale lembrar que é o balanço do clube que indica esses valores.

A reportagem entrou em contato com o superintendente de crédito do Itaú BBA, Cesar Grafietti, para entender melhor como é feito o cálculo. Segundo ele, o grande problema está na falta de clareza da informação financeira do Vasco.

- As despesas com base têm dois destinos no balanço. Uma parte vai para o ativo, que é a parte que vira direito econômico dos atletas da base e uma outra parte fica como custo de despesa corrente do próprio ano. Mas essa que fica no balanço como despesa corrente, não foi informada. (...) O que nós conseguimos ver claramente é aquilo que foi para o balanço, que foi para os direitos. Por isso que a informação fica limitada. Mas do ponto de vista prático, os 12 de 2015, com os 9 de 2012 e 2013 e os 12 de 2014 são comparáveis. Aí em 2016 o investimento foi de praticamente zero.

O que diz o presidente?

- Desde quando eu sou obrigado a colocar no balanço? É transparência? Transparência é você olhar aí e ver o resultado. Se eu não investi na base, você vê o resultado. Se foi mal investido na base é só ver o resultado. Eu tenho a escola e isso não é promessa, isso é compromisso, porque eu não abro mão. Está aí a realidade para ver. Agora, me cobrar isso? É só ver a realidade. É ver lá o que eu tenho, se eles saem uniformizados, se eles estudam ali. Isso é que tem que ser comprovado.

- O resumo disso tudo é: se for ver a maneira que eu encontrei a base, totalmente arrasada, e como você encontra hoje... Dá uma subidinha, passa lá na Pousada do Almirante, vai ver as outras instalações, passa na hora que eles comem e vê quantos comem ali. Você vai ver o investimento. O investimento está aí. Agora, a transparência é eu dizer assim: olha, eu gastei nas refeições tanto, eu gastei ali tanto, eu gasto com os professores tanto? Isso é transparência? Transparência é você ver aquilo que está efetivamente acontecendo.

- Eu não quantifico o quanto investe. A realidade e o resultado estão aí. Se eu investi pouco na base, da maneira como está, com o resultado, ótimo. Eu investi com sucesso. Eu não vou colocar assim: a escola me custa tanto. É só olhar e ver que me custa. Os professores todos sou eu que pago, as refeições todas sou eu que dou e pago, o atendimento todo sou eu que dou e pago.

Eurico Miranda com garotos da base do Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

CENTRO AQUÁTICO DE SÃO JANUÁRIO

O que Eurico prometeu?

30/06/17 - Até o fim do ano vamos recuperar as arquibancadas. Está em pleno andamento.

O que aconteceu?

Realmente as obras estão em andamento no Complexo Aquático de São Januário. De acordo com o vice-presidente de Obras de Engenharia e Patrimônio do clube, André Luiz Afonso, a previsão é de que o Vasco entregue as arquibancadas no fim do mês de novembro ou início de dezembro. Segundo ele, metade da arquibancada já está concluída.

Além da parte que fica a torcida, há também uma reforma em outros setores: nova sala de musculação e novos vestiários, por exemplo. André Luiz preferiu não precisar valores da obra, porque ainda não fez a conta, mas imagina que o valor gire em torno de R$ 200 mil e R$ 300 mil, já que o clube não terceiriza a mão de obra, mas usa o próprio quadro de funcionários.

===========================================================

ESPORTES OLÍMPICOS

O que Eurico prometeu?

06/11/14 - Em relação aos esportes, o Vasco não pode ficar na situação que se encontra. Tem que ter investimento no remo. Tem que ter investimento num outro esporte em que o Vasco é campeão internacional, que é o basquete. E outros esportes serão investidos, mas todos eles com responsabilidade. Ou seja, você vai ter que ter patrocínio para cada um desses esportes.

O que aconteceu?

O Vasco teve dificuldades em conseguir captar um patrocinador para os esportes além do futebol. Tanto o basquete, quanto o remo, citados por Eurico, não possuem patrocínio master em seus uniformes. Apesar disso, há o investimento feito pelo clube nos esportes olímpicos, mas sempre como repasse do presidente.

Segundo a diretora do departamento de remo, Gracilia Portela, o orçamento anual não chega a R$ 1 milhão, incluindo folha de pagamento, luz, telefone e dormitório, entre outros gastos.

No basquete, houve nítido aumento no investimento. O Vasco subiu da Liga Ouro para o NBB durante a gestão de Eurico e os resultados foram bastante satisfatórios. O vice-presidente de Desportos de Quadra e Salão, Fernando Lima, não tem autorização para falar especificamente qual foi o aumento, mas ele afirma que houve um crescimento de 30% no orçamento em relação a 2016.

Assim como o remo, o esporte da bola laranja não tem um patrocinador próprio, como Eurico disse que iria fazer. O clube justifica como uma consequência da crise econômica do país. Como forma de mudar esse panorama, o Cruz-Maltino contratou no início de outubro um funcionário de marketing voltado exclusivamente para o basquete e planeja que até o dia 18 de novembro consiga ao menos um patrocínio pontual para a partida contra o Mogi, pelo NBB.

O que diz o presidente?

- Estamos fazendo. O basquete está com o time aí. Não tem patrocínio e o remo está aí. O maior investimento do remo é que eu tenho uma flotilha (pequena frota de barcos). Como eu consegui a flotilha? Foi através do negócio com o Comitê Brasileiro de Clubes, mas para isso eu tinha que ter minha situação toda regularizada para eu conseguir participar e o investimento foi feito. Está lá a flotilha, toda moderna no remo.

- O basquete, por exemplo, foi dito que iria voltar e voltou, no alto nível. O remo está lá com muito menos remadores que o Flamengo, por exemplo, e ganhou do Flamengo (Vasco ficou em segundo no último estadual, atrás apenas do Botafogo). Quando eu conseguir fazer aquilo que eu quero é para voltar a ganhar. Mas está lá, vergonha não faz.

Eurico Miranda na apresentação do time de basquete do Vasco para a temporada 2017/18 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

LIBERTADORES

O que Eurico prometeu?

24/07/17 - Eu posso garantir mais uma vez que o Vasco vai estar na Libertadores.

O que aconteceu?

Até a última atualização desta reportagem, o Vasco estava na metade de cima da tabela, mas ainda não tinha entrado na zona de classificação para os times que se classificariam para a Libertadores. O último time do G-7 é o maior rival, Flamengo, que está três pontos na frente. Mas ainda é bastante possível que o Cruz-Maltino se classifique.

Fonte: GloboEsporte.com