Zé Ricardo deve permanecer no Vasco em 2018

21/11/2017 às 08h06 - FUTEBOL

A indefinição na eleição do Vasco causa insegurança internamente, mas ao menos uma pessoa pode ficar tranquila independentemente do nome do futuro presidente. Avaliado positivamente por Eurico Miranda e Julio Brant, o técnico Zé Ricardo será mantido para a próxima temporada.

Contratado em agosto após ser demitido do rival Flamengo, o treinador conseguiu dar liga ao time, que saiu de uma disputa contra o rebaixamento por uma tentativa de ingressar na Copa Libertadores de 2018. Além disso, amenizou o clima no vestiário, muito pesado nos tempos de Milton Mendes, que teve problemas de relacionamento com alguns atletas.

Brant já apontava para o prolongamento do trabalho de Zé Ricardo mesmo antes da realização da eleição, que aconteceu dia 7 de novembro e atualmente está sub-judice, com uma decisão momentânea que dá a vitória ao candidato.

Mesmo sem ainda ter a oficialização de sua permanência, o treinador já conta com a segurança de seu contrato, que vai até o fim de 2018 em regime de CLT. Zé Ricardo, apesar de estar alheio às questões políticas, admitiu na semana passada que o conturbado período eleitoral tem atingido a equipe.

"Período eleitoral traz incerteza para o futuro dos atletas, e isso atrapalha um pouquinho. Se a gente conseguir a vaga (para a Libertadores) será sensacional", declarou. O treinador tem 14 jogos no comando do Vasco, sendo 5 vitórias, 7 empates e 2 derrotas.

Parceiro de Eurico possui vários jogadores do elenco

Mesmo que se tenha uma preocupação em blindar o elenco do clima político, é inegável que o destino do pleito pode influenciar diretamente no futuro dos jogadores. Hoje, boa parte dos atletas pertence ao empresário Carlos Leite, parceiro comercial de Eurico Miranda que chegou a realizar empréstimos milionários ao clube.

O agente é sócio do Vasco e esteve presente na eleição em São Januário, onde declarou abertamente seu voto a Eurico. O Cruzmaltino tem 11 jogadores em fim de contrato agora em dezembro: Breno, Ramon, Gilberto, Jean, Manga Escobar, Eder Luis, Kelvin, Paulão, Rafael Marques, Wellington e Lucas Rocha.

O zagueiro Breno e o lateral esquerdo Ramon já têm conversas adiantadas com a atual diretoria para a permanência. Jean, Kelvin, Paulão e Wellington estão emprestados e uma continuidade dependerá da posição de seus respectivos clubes.

Entenda a polêmica da eleição do Vasco

A urna 7 da eleição do Vasco ficou sub-júdice com 691 sócios sob suspeitas de irregularidades. No dia do pleito, 475 votaram, sendo 90% deles em Eurico, o que ajudou o atual presidente a vencer no somatório total. Na semana passada, porém, a juíza Maria Cecília Pinto Gonçalves, da 52ª Vara Cívil, decidiu por desconsiderar a urna polêmica. Sem os votos dela, o candidato Julio Brant tornou-se o vencedor. O caso, porém, ainda cabe recurso e Miranda já avisou que assim irá fazer. 

Fonte: UOL Esporte