Zé Ricardo e a diretoria trabalham na montagem do elenco para 2018

24/11/2017 às 08h05 - FUTEBOL
Foto: André Durão´Zé Ricardo
´Zé Ricardo

Enquanto a eleição do Vasco tem suas idas e vindas jurídicas, a atual diretoria do clube começa a traçar o planejamento do futebol para 2018. Dentro do possível: enquanto algumas conversas travaram devido à indefinição, outros aspectos da montagem do elenco são tratados pelo técnico Zé Ricardo.

Zé Ricardo orienta jogadores durante treino; técnico já começou a tratar da montagem do elenco para 2018 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

A última decisão da Justiça fez com que os votos da urna 7 valessem, o que colocou a chapa de Eurico Miranda novamente à frente na eleição, com Julio Brant em segundo. Isso deu maior segurança à atual diretoria, que deve evoluir no planejamento a partir da próxima semana. Há a ideia de que uma medida definitiva em relação à eleição não deve ser tomada tão cedo.

Confira o que está sendo feito e o que travou:

O que travou:

A negociação pela renovação com Breno, por exemplo, não evoluiu. As partes haviam acordado conversas após a eleição. Mas, com todo o imbróglio que se seguiu, ainda não foi possível negociar a extensão do contrato do zagueiro. Seu empresário, Carlos Leite, também está fora do Brasil, o que atrapalha.

Outras renovações também não tiveram início. Com exceção de Ramon, que deve ter seu contrato estendido automaticamente, as outras conversas são mais complicadas. Especialmente com aqueles emprestados por outras equipes, como Jean, Wellington e Gilberto.

O que está sendo feito:

Paralelo a isso, Zé Ricardo e a diretoria trabalham na montagem do elenco. O treinador tem tido conversas frequentes com o gerente de futebol, Anderson Barros. Em pauta, posições carentes, possíveis reforços e avaliação do atual plantel.

Nada do planejamento, porém, foi executado. É preciso que as ideias tenham o aval de Eurico Miranda, atual presidente, e de Eurico Brandão, vice-presidente de futebol. O que existe é uma análise geral, conversas com empresários, mas nenhuma decisão tomada efetivamente em relação a nomes que serão tentados.

O que se sabe é que o Vasco vai buscar reforços em todos os setores do campo. As prioridades são zagueiros, volantes e atacantes - tanto centroavantes quanto pontas. É uma forma de fortalecer a espinha dorsal do time, que deve ter maior participação dos jovens promovidos em 2017.

Fonte: GloboEsporte.com