Zé Ricardo vira unanimidade no Vasco

12/02/2018 às 08h15 - FUTEBOL

Vindo do arquirrival Flamengo, Zé Ricardo precisou de pouco tempo para conquistar o Vasco, literalmente, do porteiro ao presidente. Elogiado pelo trato pessoal e pelo conhecimento tático, o treinador vai regando as raízes que fincou ainda na década de 1990, quando foi técnico do futsal do clube.

Um dos principais responsáveis por colocar o Cruzmaltino de volta à Copa Libertadores após seis anos, ele recusou uma proposta tentadora do Santos para continuar o projeto nesta temporada. Enfrentou sérias dificuldades, com as saídas de medalhões e salários atrasados, mas têm se virado bem, tendo classificado a equipe à próxima fase da competição sul-americana.

"O Zé Ricardo é uma pessoa fantástica. Todo mundo da nova diretoria tem gostado bastante dele. Gostamos logo de cara", declarou o vice de futebol, Fred Lopes, braço-direito do presidente Alexandre Campello.

Um dos pontos que têm conquistado os jogadores é o tratamento igualitário e as oportunidades que têm dado a todos.

"Zé Ricardo deixou claro para nós que não tem time principal, todos têm chances. Todos têm trabalhado igual", declarou o meia Thiago Galhardo.

O prestígio interno o deixou mais à vontade, inclusive, para efetuar cobranças, quando exigiu publicamente solução para os problemas enfrentados no início do ano. Recentemente, teve o pedido atendido para a troca de local dos bancos de reservas que, historicamente, ficam atrás do gol em São Januário e que, em breve, passarão a estar na lateral do campo.

Carioca do bairro de Vila Isabel, na Zona Norte, onde morou até bem pouco tempo, ele gosta de samba e costumava frequentar os ensaios da escola que leva o mesmo nome e que desfilou domingo (11) na Sapucaí. Agora, porém, está focado no compromisso pela terceira fase da Copa Libertadores, já na quarta-feira de cinzas, e deixou o Carnaval de lado.

"Carnaval estudaremos bastante. Vamos treinar nesta quinta e sexta teremos folga. No sábado já estaremos treinando para a Libertadores", avisou logo após a vitória sobre a Universidad de Concepción.

Fonte: UOL Esporte