Zé: 'Temos outras opções além do Andrey, do Evander e do Thiago Galhardo'

06/04/2018 às 13h27 - FUTEBOL

Vasco da Gama cumpriu na manhã desta sexta-feira (06/04), no CT das Vargens, em Vargem Pequena, mais uma etapa de sua preparação para o segundo jogo da final do Campeonato Carioca. Visando o clássico contra o Botafogo, os jogadores se dividiram em dois grupos para a realização de atividades físicas e táticas. Os atletas que iniciaram o duelo com o Cruzeiro, na última quarta (04), fizeram apenas exercícios na academia.

Com a possibilidade de conquistar o primeiro título como técnico do Vasco da Gama, Zé Ricardo ainda não definiu a escalação cruzmaltina para o domingo (08). O comandante não terá à disposição quatro peças importantes do elenco: o volante Wellington, o meia Giovanni Augusto e os atacantes Rildo e Paulinho. O último, inclusive, será submetido a um procedimento cirúrgico no fim de semana e ainda não tem previsão de retorno.

- Essa é uma pergunta que eu não consigo responder ainda. Hoje fizemos um trabalho apenas para recuperar o pessoal. Tem uma galera desgastada em virtude dessa sequência de jogos que estamos enfrentando. É só clássico, partidas decisivas, então o nível de desgaste emocional e físico está sendo muito grande. Vamos esperar mais um pouco para definir os substitutos. Temos outras opções além do Andrey, do Evander e do Thiago Galhardo. Vamos observá-las e decidir o time apenas amanhã - afirmou o treinador.

Por ter vencido o primeiro confronto por 3 a 2, o Gigante da Colina precisará apenas de um empate no Maracanã para se sagrar campeão estadual pela 25ª vez. A vantagem adquirida, entretanto, não provocou nenhum tipo de relaxamento no clube de São Januário. Zé Ricardo garantiu que o Almirante não mudará sua forma de jogar em virtude do resultado positivo conquistado diante do Alvinegro no Nilton Santos.

- Precisamos manter a nossa forma de jogar, continuar sendo uma equipe forte e competitiva. Não temos que mudar o jeito de atuar, até porque a nossa vantagem é mínima. No primeiro jogo, por exemplo, logo com três minutos, o Botafogo abriu o placar. As coisas podem mudar rapidamente.  Será um jogo aberto, como foram os outros. A média de gols tem sido alta e acredito que seguirá assim. Temos que minimizar os pontos fortes do Botafogo e otimizar os nossos para sairmos de campo com a vitória. Não pode faltar entrega e concentração - declarou o comandante.

Indo de encontro ao discurso dos jogadores nas entrevistas que sucederam o segundo jogo pela fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018, Zé Ricardo minimizou o fato do Botafogo ter tido uma semana inteira para trabalhar. O técnico vascaíno admitiu que o time cruzmaltino está desgastado, mas lembrou que se trata de uma final e que em jogos decisivos os jogadores costumam dar sempre um algo mais. 

- Desde jogo contra o Fluminense sabíamos que seriam quatro jogos complicados. Praticamente só jogamos nessas semanas. Tentamos recuperar o máximo a nossa equipe nos últimos dias. Vencemos dois jogos complicados pelo Carioca marcando gols no final. Isso trouxe uma confiança e um estímulo maior para o nosso time. Jogar contra o Cruzeiro foi dificil, mas nos comportamos bem e  tivemos oportunidades de vencer. Estamos no caminho certo e agora vamos tentar fazer um outro bom jogo. É decisão, vale título, e estamos com mutia vontade de dar essa volta olímpica. Depois de tantos problemas, uma volta olímpica seria uma glória para nós - concluiu Zé Ricardo.

Fonte: Site oficial do Vasco