Cláudio Winck acerta detalhes para assinar com o Marítimo-POR

10/09/2020 às 16h36 - CLUBE

O lateral-direito Cláudio Winck está próximo de se despedir do Vasco. De acordo com o jornal “O Jogo”, ele vai defender o Marítimo, de Portugal. Ainda segundo a reportagem, o defensor vai assinar contrato até junho de 2023. Há também opção de extensão do vínculo com o clube português por mais uma temporada.

Conforme apurado pelo Torcedores.com, o lateral de 26 anos e o Marítimo já trocaram documentos e finalizam os últimos detalhes para oficializar a transferência. Cláudio Winck deve viajar a Portugal nos próximos dias para ser submetido a exames médicos. Além disso, ele terá de cumprir protocolos de saúde e sanitários antes de seguir para a Europa.
 

Por determinação das autoridades portugueses, viajantes brasileiros são obrigados apresentar resultado negativo no teste para o coronavírus realizado até 72 horas antes da viagem. Portugal, inclusive, só recebe voos do Brasil que saiam de São Paulo ou Rio de Janeiro. Cláudio Winck, portanto, terá de esperar mais alguns dias para iniciar sua adaptação ao novo clube.

Será a segunda experiência do defensor no futebol europeu, sem deixar saudades em São Januário. Afinal, Cláudio Winck teve breve passagem pelo Hellas Verona, em 2016. Além do Marítimo, outras equipes do futebol português buscaram informações sobre o atleta. O Famalicão é uma delas, mas as conversas não foram à diante.

Os parâmetros da negociação ainda não foram divulgados. Porem, Winck tem contrato com o Vasco só até dezembro de 2020, com isso, será liberado sem que o clube receba uma compensação financeira. Por outro lado, o Gigante da Colina terá direito a 20% de uma futura transferência do atleta.

Cláudio Winck se despede do Vasco sem ter conseguido emplacar uma boa sequência de jogos com o técnico Ramon Menezes. No Campeonato Brasileiro, ele disputou apenas duas partidas pelo clube tendo entrado em campo contra o Ceará e Grêmio. O lateral-direito, nesse ínterim, totalizou apenas 135 com a camisa no clube na competição.

A carreira de Cláudio Winck

Revelado pelo Internacional em 2012, Cláudio Winck surgiu como grande promessa para a lateral-direita da Seleção Brasileira. Ele, porém, nunca conseguiu habitar o coração dos torcedores colorados. Posteriormente, foi emprestado em sequência para a Chapecoense, Sport e Hellas Verona, da Itália.

Em 2018, o defensor foi contratado pelo Vasco. Mas Winck não conseguiu ganhar a confiança dos treinadores que passaram pelo clube. Afinal, o lateral foi preterido por Zé Ricardo, Jorginho, Alberto Valentim, Marcos Valadares, Vanderlei Luxemburgo e Abel Braga. Ao todo, ele disputou apenas 10 partidas com a camisa cruzmaltina.

Fonte: Torcedores.com