Torcida

Edmundo aponta treinador ideal para o Vasco: 'Se vier o Vojvoda...'

Mesmo cumprindo o objetivo de dirigir o Vasco rumo à elite nacional, Jorginho não teve seu contrato renovado pela diretoria. Dessa forma, mediante o investimento que será feito visando a próxima temporada, um treinador mais badalado pode chegar em São Januário. Neste cenário, Edmundo acredita que Juan Pablo Vojvoda, entre os nomes especulados, é o mais capacitado para fazer um bom trabalho.

Com resultados expressivos à frente do Fortaleza, Vojvoda já esteve na mira de clubes como Corinthians, Flamengo e Atlético-MG, mas optou por ficar no Leão do Pici. Porém, mediante o forte assédio, o argentino tem chances de aceitar uma eventual proposta, motivo pelo qual o Vasco está de olho no técnico.

“Jorginho chegou com o barco naufragando após a passagem do Maurício Souza. De alguma maneira, o Jorginho teve tempo pra trabalhar no Vasco. Ele acertou nas substituições porque errou nas escalações. Uma hora era o Nenê, outra o Alex Teixeira, Figueiredo na lateral, um volante, dois volantes… ele demorou muito para ter convicção de uma escalação e isso atrapalhou (…) Todos esses questionamentos culminaram na saída do Jorginho.”, disse Edmundo em seu canal no Youtube.

“Se vier o Vojvoda pro Vasco, vem um técnico de alto nível, mas algumas outras escolhas… sem conhecimento do clube poderia ser uma troca de seis por meia dúzia.”, completou.

Além de elogiar Vojvoda, Edmundo não viu com bons olhos outros dois treinadores: Cuca e Jorge Sampaoli. Enquanto o treinador do Atlético-MG pode deixar o Galo depois de uma volta com desempenho abaixo do esperado, o segundo nome citado retornou ao Sevilla, mas sua personalidade imprevisível não garante que o atual contrato seja cumprido.

“O Cuca já mostrou que tem o poder de se superar. Quando o Fluminense tinha 99% de chances de queda, o Cuca conseguiu evitar que ele caísse. A consagração dele foi no Atlético-MG, foi campeão com o Palmeiras, mas ele é de difícil convívio. É uma pessoa maravilhosa, mas muito sistemática. Isso vai criando um certo problema no dia a dia. Ele acha que as pessoas estão contra ele. O Sampaoli é mais difícil ainda porque ele exige, entope de jogadores no clube, pega o boné no meio do caminho e vai embora.“, pontuou o ídolo do Vasco.

Fonte: Torcedores.com