Há 32 anos, Vasco conquistava o Campeonato Carioca contra o Flamengo

22/06/2020 às 08h23 - FUTEBOL

Há exatos 32 anos, para mais de 31 mil pessoas no estádio Maracanã, Vasco e Flamengo decidiam o título do Campeonato Carioca. Em duas partidas, o Gigante da Colina conseguiu superar o rival e conquistar seu 17º título estadual. Os placares das partidas foram 2 a 1 e 1 a 0.

A final foi bastante disputada, principalmente se levar em consideração que o campeão de 87 também foi o Vasco, enfrentando também o Flamengo na final. A partida que decidiu o título foi bastante “quente”, tendo até briga no final.

Outro detalhe da decisão foi que sete jogadores especiais para o futebol brasileiro estavam presentes. Estes jogadores fizeram parte da seleção brasileira de 1994, tornando-se campeões mundiais.

Campanha das equipes

O Vasco foi segundo colocado da Taça Guanabara (primeiro turno) com 17 pontos. Sendo oito vitórias, um empate e duas derrotas. Entretanto, ficou com o título da Taça Rio (segundo turno) com 19 pontos. Foram nove vitórias, um empate e uma derrota.

O campeão do primeiro turno do Campeonato Carioca foi o Flamengo, com 18 pontos. Foram oito vitórias conquistadas, dois empates e uma derrota. Relaxou um pouco no segundo turno, terminando na terceira posição com 16 pontos. Foram seis vitórias, quatro empates e uma derrota.

Com cada um conquistando um turno, as equipes ainda jogariam a Taça Jerônimo Bastos, que contou com a participação de Fluminense e Americano. O Vasco acabou sendo campeão, tendo duas vitórias e um empate.

Vasco x Flamengo durantes os turnos anteriores

Antes da decisão, vascaínos e flamenguistas se enfrentaram três vezes. Foram duas vitórias do Vasco: 1 a 0 (segundo turno) e 3 a 1 (terceiro turno). A única vitória do Flamengo foi na estreia das equipes na competição: 1 a 0.

Decisão

1º jogo

No dia 19 de junho de 1988, as equipes entraram no estádio Maracanã para a disputa do primeiro jogo da final do Campeonato Carioca. Quem conquistasse quatro pontos ficaria com o título, e quem estava mais perto de conquistar era o Vasco que já tinha um ponto de vantagem por ter conquistado o terceiro turno.

Escalações:

Vasco: Acásio; Paulo Roberto, Donato, Fernando e Mazinho; Zé do Carmo, Geovani e Henrique; Vivinho (Cocada), Bismarck e Romário

Flamengo: Zé Carlos; Jorginho, Leandro, Edinho e Leonardo; Andrade, Ailton (Julio César) e Alcindo; Renato Gaúcho, Zinho e Bebeto.

O primeiro gol da partida foi marcado pelo Flamengo. Após um lindo lançamento de Edinho, Bebeto ganhou de Mazinho na corrida, pegou a bola, invadiu a grande área e marcou seu 17º gol, tornando-se o artilheiro do campeonato.

Vasco estava mal na partida, dominado pela equipe Rubro-Negra, entretanto, mudou sua postura na segunda etapa. Essa mudança aconteceu logo no início. Bismarck precisou apenas de cinco minutos para armar o contra ataque e usar sua perna esquerda para marcar um golaço de fora da área.

Ainda teve tempo de acontecer outro golaço. Na roubada de bola, Vitinho lança para o ataque, aparentemente Leandro dominaria essa bola, mas o flamenguista falha e deixa a bola de presente para Romário aplicar um chapéu no goleiro e fazer a festa da torcida. 2 a 1 Vasco.

2º jogo

Com as mesmas escalações, as equipes jogaram a partida decisiva no dia 22/06, novamente no Maracanã. Era tudo ou nada, principalmente para o Flamengo, que precisava vencer para garantir o terceiro jogo.

No início do jogo, o Flamengo assustou o Vasco em dois lances. A primeira foi com Andrade, que acertou a trave com chute de fora da área. A segunda foi após Jorginho realizar o cruzamento pelo lado direito, Fernando tentou cortar, mas quase marcava contra.

Por 44 minutos, o empate por 0 a 0 ficava mais claro, mas um herói entrou na partida. Cocada substituiu Vivinho. Um minuto depois, em um contra-ataque, o atacante avança pelo lado direito, corta para a entrada da área, percebe que o goleiro está adiantado e arrisca um chutaço. Golaço! Gol do título do Vasco.

Cocada ficou eternizado pelo gol, mas também por ter sido expulso um minuto depois. Ele tirou a camisa e ainda provocou o banco de reservas do Flamengo. Dentro de campo, Renato Gaúcho e Romário começaram uma grande confusão, que acabou tornando-se uma briga generalizada.

Geração mágica

Assim como aconteceu na final do Campeonato Carioca de 87, sete grandes talentos do futebol brasileiro disputaram a final de 88. Estes jogadores conquistaram, seis anos depois, o tetra campeonato mundial com a seleção brasileira.

Foram os seguintes jogadores:

Aldair – revelado pelo Flamengo em 1985

Mazinho – revelado pelo Vasco em 1985

Leonardo – revelado pelo Flamengo em 1987

Jorginho – revelado pelo América-RJ em 1983. Foi para o Flamengo um ano depois

Zinho – revelado pelo Flamengo em 1986

Bebeto – revelado em 1982 pelo Vitória. Foi para o Flamengo dois anos depois

Romário – revelado pelo Vasco em 1985

Fonte: Torcedores.com