Nenê não deixou o Vasco "de graça", entenda

27/01/2018 às 09h11 - FUTEBOL

O Vasco da Gama aceitou liberar o meia Nenê para o São Paulo. Aos 36 anos de idade, o jogador, que toda temporada recebeu propostas de outras equipes, decidiu se transferir para o Morumbi. Motivos pessoais foram determinantes para essa escolha pouco antes da estreia na Libertadores.

Tendo contrato até o final de 2018 com o Gigante da Colina, Nenê e o clube entraram em um acordo para que a transferência pudesse ocorrer antes deste prazo. O Cruzmaltino não negociou o jogador de forma gratuita, já que teve parte da dívida que tinha com ele perdoada.

Dada as dificuldades financeiras vascaínas, ter o pagamento de salários e direito de imagem atrasados pode significar a abertura de mais um processo trabalhista. Por isso, conseguir equacionar essa situação antes da saída de algum jogador é algo bastante positivo para o futuro vascaíno.

A composição do acordo será da seguinte maneira:

Nenê vai reforçar o São Paulo com um contrato de dois anos. Ele não recebia há cinco meses, segundo o empresário Gilvan Costa. Por isso, o Vasco tinha uma dívida de R$ 1,5 milhão com o atleta. As bases salariaisestavam acertadas há alguns dias.

O Vasco vai arcar com pouco mais da metade do total da dívida, pois tinha pendências com o São Paulo pelas negociações de Breno e Wellington.

Nenê vai abrir mão de quase metade do que teria direito.

O São Paulo, em contrapartida, aceitou aumentar o vínculo inicial oferecido de um ano e meio (18 meses) para duas temporadas (24 meses), como o atleta queria.

Essa foi a maneira encontrada em busca de uma solução razoável para todas as partes. O Tricolor não incentivou o jogador a entrar na Justiça para rescindir com o Vasco, pois entendeu que isso poderia atrasar a negociação. Foi a mesma postura adotada na tentativa por Gustavo Scarpa, que rescindiu com o Fluminense judicialmente e fechou com o rival Palmeiras.

Foto: Paulo Fernandes/VascoNenê
Nenê

Nenê deixa São Januário como o quarto maior artilheiro no século XXI. Com 44 gols marcados em 132 partidas, ele ainda deu 34 assistências para gols. A sua frente na artilharia estão Romário (131), Élton (52) e Leandro Amaral (51). 

Fonte: Torcedores.com

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario