Opinião: Os vascaínos que podem dar a volta por cima no 2º semestre

04/07/2018 às 10h44 - FUTEBOL

O primeiro semestre não foi aquilo que o torcedor do Vasco esperava. Derrotado na final do Carioca, eliminado na fase de grupos da Libertadores e com situação delicada na Copa do Brasil. A esperança para uma recuperação está no Brasileiro e na Copa Sul-Americana.

Se em 2017, após a demissão de Milton Mendes, o Vasco se encaminhava para mais um ano lutando contra o rebaixamento, a história no final do ano foi bem diferente. Com a chegada de Zé Ricardo, o time ganhou cara nova, embalou e conseguiu uma vaga na Libertadores do ano seguinte. Em 2018, a história se assemelha. Sai Zé Ricardo, entra Jorginho, e o time buscará novamente uma boa sequência no segundo semestre.

Não é apenas o novo treinador que tem um árduo trabalho pela frente. Diversos jogadores não convenceram durante a primeira metade da temporada, sendo alvo de críticas e envolvendo-se em polêmicas. Por isso, a missão de recuperar um pouco do prestígio com a torcida vascaína será uma tarefa difícil.

Confira abaixo cinco nomes que possuem esse dever no restante do ano.

EVANDER – Com a saída de Nenê, o jovem meia assumiu a camisa dez e animou o torcedor com boas atuações, principalmente na Pré-Libertadores. Mas Evander não conseguiu dar sequência aos bons jogos, e as críticas de outrora, de ser um ”jogador ‘preguiçoso” e ”sem sangue” voltaram com tudo. Por pouco ele não foi negociado, chegando bem perto de ser emprestado ao São Paulo, em troca por Diego Souza, e ao Atlético-MG, em troca por Lucas Cândido e Marquinhos. Porém as duas negociações melaram e não foram concluídas. Com a permanência, Evander deve ganhar mais chances com Jorginho, para quem sabe, voltar a ganhar espaço no meio-campo vascaíno. Talento não lhe falta, necessitando-se apenas de foco e confiança.

RAFAEL GALHARDO – Contratado para suprir a saída de Madson, o lateral não convenceu até o momento em São Januário. Tanto que a torcida aprovou mais a atuação de Luiz Gustavo, zagueiro de origem, na posição. A principal crítica em cima de Galhardo é a falta de efetividade ofensiva, principalmente nos cruzamentos e jogadas de bola parada. Após a chegada de Lenon, a vida do jogador ficou mais complicada, e será preciso muito esforço para retomar o espaço perdido. Mas como a temporada ainda é longa e repleta de jogos, Galhardo terá oportunidade de mostrar serviço e dar um basta nas críticas.

PAULÃO – O zagueiro convive com a irregularidade no Vasco, e essa é a principal crítica da torcida do Vasco. As boas atuações são esquecidas mediante as diversas falhas que Paulão comete. A esperança é que ao lado de Breno, o desempenho do jogador melhore, já que foi evidenciado que sua performance ao lado do companheiro tem uma ligeira melhora. Com a falta de opções no elenco, certamente Paulão será titular ainda em vários jogos no decorrer da temporada, cabendo a ele e aos outros zagueiros da equipe, mudar a história do sistema defensivo da equipe, que foi um verdadeiro desastre no primeiro semestre.

CAIO MONTEIRO – Um dos jogadores com mais expectativa da torcida que tivesse sequência na equipe titular era Caio Monteiro. Mas as últimas atuações do jovem atacante, atuando pelos lados do campo, decepcionaram e muito os vascaínos. Com a escassez de centroavantes na equipe, Caio deve ganhar uma chance como centroavante, posição que desempenhou na base. É esperar para conferir se ele irá agarrar a oportunidade e se firmar de vez na equipe titular.

WELLINGTON – O último da lista é o caso mais grave. Wellington foi um dos pilares da equipe de Zé Ricardo em 2017, tendo boas atuações que o fizeram cair nas graças da torcida. Mas em 2018, as péssimas atuações levaram o jogador para o banco de reservas. Além disso, o episódio junto com outros atletas do elenco, que postaram uma foto no Instagram debochando da torcida, piorou de vez a relação do volante com a torcida. E tudo parece só piorar. Com as boas atuações de Andrey e Bruno Cosendey, além das chegadas de Bruno Silva e Raul, aliado ao titular de uma das vagas Desábato, fizeram Wellington ser a última opção para o setor. Será preciso muito empenho nos treinos e proveito das oportunidades que serão dadas para ele melhorar sua imagem dentro do clube.

Foto: O Dia Wellington
Wellington

Fonte: Torcedores.com

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario