Romário faz de tudo para chegar ao milésimo gol

11/01/2006 às 16h26 - FUTEBOL

A vontade de chegar aos mil gols mexe cada vez mais com Romário. O Baixinho tem, pelas contas dele, 950 gols, e pelas contas da imprensa 942. Na contagem regressiva para atingir a marca histórica, o craque ganhou a ajuda da diretoria vascaína, que transformou os tradicionais jogos-treinos da pré-temporada em amistosos. Com isso, Romário pode somar os gols que marcar à sua conta.

A mudança de postura de Romário, que sempre foi avesso aos treinos, também mudou. Mesmo de férias, Romário não deixou de se exercitar por conta própria.

- Não tenho treinado no Vasco integralmente, mas estou fazendo um trabalho aqui e outro fora. Mas acho que ainda estou fisicamente um pouco abaixo dos outros jogadores. Vou recuperar isso com o tempo e com os jogos - disse Romário.

No amistoso desta terça, Romário foi o único que jogou os 90 minutos. Apesar da fragilidade do Duque de Caxias, adversário que foi goleado por 6 a 0, Romário só marcou um gol.

- Foi bom ter jogado os 90 minutos, apesar de estar cansado nos ultimos 10. Não estou treinando todos os dias. Fisicamente sei que não estou ao nível do grupo - reconheceu.

Romário admite que chegar aos mil gols nesta temporada é praticamente impossível. Por isso, a aposentadoria fica cada mais uma vez adiada.

- É difícil chegar aos 1000 gols em 2006. Pelas minhas contas, faltam 50 gols. Fazer 50 gols em um ano, ainda mais com 40 anos de idade, é difícil. O meu objetivo é chegar o mais perto do milésimo. Por isso que estou decidindo parar desde os 28 anos e não consigo - disse, bem humorado.

Nesta quinta, o Vasco fará mais um amistoso, com adversário ainda indefinido.

Fonte: Lancepress