Mercado

Vasco não teria renovado com o zagueiro Walber para 2022

Walter tem contrato como clube paranaense até dezembro de 2022.

O Vasco comunicou oficialmente, na manhã desta terça-feira, que o zagueiro Walber não está nos planos do clube para a temporada 2022. O contrato de empréstimo do jogador, que pertence ao Athletico Paranaense, chega ao fim em dezembro e a diretoria não vai renovar.

O Torcedores.com apurou que o zagueiro tem os direitos econômicos fixados em 1,5 milhão de euros (R$ 9,4 milhões, pela cotação atual). Com pouco de dinheiro em caixa para acionar a cláusula de compra, o clube resolveu, enfim, devolve-lo ao Athletico Paranaense.

Apesar de a diretoria vascaína ter demonstrado interesse em estender o contrato, o Furacão se recusou a ceder o atleta em novo empréstimo sem custos. Dessa forma, Walber terá de brigar por um espaço no time comandado pelo técnico Alberto Valentim.

O zagueiro já havia se despedido dos companheiros na última segunda-feira, após ser comunicado por funcionários não seria mais utilizado na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro. Com isso, Walber sequer ficou no banco de reservas contra Vila Nova e Remo.

Agora, o técnico interino Fábio Cortez Torres tem somente a dupla Ricardo Graça e Leandro Castán como opções para enfrentar o Londrina. Além dos dois atletas, o treinador tem os jovens Ulisses Rocha e João Victor Menezes para completar a delegação.

A carreira de Walber

Revelado pelo Botafogo-PB, Walber tem passagens por Santa Cruz-PB, Esporte de Patos-PB, Sport-PE, Athletico Paranaense, Figueirense, Guarani e Cuiabá. No Dourado, por exemplo, conquistou a Série B do Campeonato Brasileiro de 2020.

Em setembro, Walber foi contratado com status de titular pelo Vasco. Indicado pelo ex-técnico Lisca, ele disputou apenas oito partidas com a camisa cruzmaltina. Sua estreia foi no empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, em São Januário. No entanto, não correspondeu às expectativas e ficou a maior parte do tempo como opção no banco de reseras.

Posteriormente, foi utilizado nos confrontos contra o Brusque, Goiás, Confiança, Coritiba, Náutico, Botafogo e Vitória. Nesse ínterim, não teve atuações convincentes e acumulou críticas da torcida. 

Fonte: Torcedores.com